18/08/2020

Funcionários dos Correios do Piauí aderem greve nacional por tempo indeterminado

A decisão ocorreu em assembléia, após negociações para reaver direitos dos trabalhadores.


Em Assembléia na noite desta segunda-feira, os funcionários dos Correios no Piauí decidiram aderir a greve nacional por tempo indeterminado. No país, cerca de 100 mil trabalhadores dos Correios deliberaram greve. De acordo com José Rodrigues, secretário vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Piauí (SINTECT-PI), a decisão ocorreu após tentativas de negociação por parte dos servidores em relação a direitos que foram retirados desde o dia 1° de agosto.

" A nossa luta é pela manutenção do dissídio coletivo que foi julgada ano passado, iria valer por dois anos, mas a empresa foi no STF e conseguiu uma decisão tirando a validade prevista, para valer até 31 de julho deste ano. Além disso, mudaram a forma de calculo do plano de saúde, que era 30% para o trabalhador e 70% para os Correios e passou a ser 50% para cada, o que fez com que muitos trabalhadores ficassem sem ter como pagar", explica José Rodrigues.

Segundo o vice-presidente, cerca de 30 mil trabalhadores tiverem que sair do plano de saúde, e os aposentados, inativos e pensionistas estão ameaçados de serem expulsos do beneficio, por que atrasaram o pagamento das mensalidades e não têm condição de pagar.

"Fora a ameaça constante de privatização que está deixando o trabalhador com psicológico ruim, pois a qualquer momento pode ocorrer a perda de emprego. E ainda tem os direitos que a gente tinha há mais de 30 anos que estão sendo cortados, reduziram vale alimentação, auxilio creche, auxilio de quem tem criança com deficiência e redução do período de licença maternidade", diz José Rodrigues.

Conforme nota da FENTECT ( Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares) cerca de 70 benefícios foram retirados:

- Plano de saúde

- Vale cultura

- Anuênios 

- Adicional de atividade de distribuição e coleta (AADC)

- Adicional de atividade de tratamento (AAT)

-Adicional de atividade de guichê (AAG)

- Alterar a data do dia do pagamento

- Auxílio de dependentes com deficiência

- Pagamento de 70% a mais da hora normal quando há hora extra trabalhada

- Reembolso creche

- Pagamento de 70% das férias

- Aumento no compartilhamento do ticket

- Licença maternidade de 180 dias

- Fim da entrega matutina

- Garantia de pagamento durante afastamento pelo INSS

- Ticket nas férias

- Ticket nos afastamento por licença médica 

- Vale alimentação 

- Para motoristas é o fim da cláusula sobre acidente de trânsito 

- Indenização por morte

- Garantias do empregado estudante

- Licença adoção

- Acesso as dependências pelo sindicato 

- Atestado de acompanhamento 

- Fornecimento de Cat/ Lisa

- Itens de proteção na baixa umidade

- Reabilitação profissional 

- Adicional noturno

- Repouso no domingo 

- Jornada de 40hs 

- Pagamento de 15% aos sábados 

Posicionamento dos Correios

Porém, o Portal.com entrou em contato com os Correios que por meio de nota informou que a empresa possui Plano de Continuidade de Negócios, para continuar atendendo à população em qualquer situação adversa. Além disso, afirmam que desde o início das negociações com as entidades sindicais, os Correios tiveram um objetivo principal: cuidar da saúde financeira da empresa, para retomar seu poder de investimento e sua estabilidade, para se proteger da crise financeira ocasionada pela pandemia.


" A diminuição de despesas prevista com as medidas de contenção em pauta é da ordem de R$ 600 milhões anuais. As reivindicações da Fentect, por sua vez, custariam aos cofres dos Correios quase R$ 1 bilhão no mesmo período - dez vezes o lucro obtido em 2019. Trata-se de uma proposta impossível de ser atendida", diz nota.

A nota dos Correios explica ainda que a decisão está respaldada por orientação da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST), assim como diretrizes do Ministério da Economia. Portanto, os Correios se veem obrigados a zelar pelo reequilíbrio do caixa financeiro da empresa. O que significa repensar a concessão de benefícios que extrapolem a prática de mercado e a legislação vigente. Assim, a estatal persegue dois grandes objetivos: a sustentabilidade da empresa e a manutenção dos empregos de todos.

Fonte: Portal Odia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing