02/07/2020

Polícia prende mulher suspeita de aplicar golpe do 'boa noite, Cinderela' em homens no Piauí

De acordo com a delegada Fernanda Paiva, da Deccoterc, a mulher é suspeita de dopar os homens, usando drogas, para furtar seus pertences.

Delegada Fernanda Paiva, titular da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo — Foto: Arquivo Pessoal

Um mulher foi presa pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (2) suspeita de aplicar um golpe conhecido como 'boa noite, Cinderela'. Ela é suspeita de dopar homens em bares de Teresina para roubar seus pertences. De acordo com a polícia, a mulher se apresentou na sede da Deccoterc com o seu advogado.

De acordo com a delegada Fernanda Paiva, da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo (Deccoterc), a investigação começou em abril de 2019, quando uma vítima registrou o primeiro boletim de ocorrência.

“Essa pessoa agia sentando com os homens em bares, bebia cerveja e colocava alguma substância na bebida que fazia a vítima adormecer e, em seguida, furtava os objetos que ele tinha no momento. Isso não foi só com uma pessoa. Aqui na Deccoterc foram duas vítimas que prestaram queixa, mas tenho informações que vítimas também registraram boletim de ocorrência no 8°DP com o mesmo modus operandi”, explicou a delegada.

Ainda de acordo com a delegada, o filho da mulher suspeita de praticar o crime também vai ser investigado.

“A gente suspeita - ainda está em fase de investigação - que o filho dela oferecia um suporte ficando no carro para pegá-la depois do furto. Durante as investigações, a gente encontrou dificuldade para localizá-los, pois o endereço constava como a casa da mãe dela e, ao chegar lá, a mãe informava que ela não residia lá", disse.

A Deccoterc investiga, ainda, se a mulher praticou o mesmo crime em outros municípios e, por isso, pediu mandado de busca e apreensão para tentar encontrar alguma substância na sua residência.

“Primeiro foi pedido um mandado de busca e apreensão, mas durante as buscas não foi encontrada nenhuma substância na casa da suspeita. Com esse mandado de busca, a família ficou apreensiva e contratou um advogado que veio até a delegacia e se comprometeu a entregar ela e o filho dela e, por isso, o mandado de prisão preventiva foi cumprido”, concluiu.

Fonte: G1 PI
*Glayson Costa, estagiário sob supervisão de Maria Romero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing