23/07/2020

Mulher que teve mão decepada pelo ex não consegue reimplante no Piauí

A reconstrução não foi possível porque quando a vítima chegou na unidade de saúde já havia passado mais de 8 horas do crime


A equipe médica do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, na região Sul do Piauí, comunicou que não será possível fazer a cirurgia para reparar a mão de Andreia Alves dos Santos, de 36 anos, que teve o membro decepado com um facão por seu ex-marido, na noite de terça-feira (21), no município de Curimatá. 

Segundo a Cordenadoria Médica do Hospital, a reconstrução da mão de Andreia não foi possível porque quando a vítima chegou na unidade de saúde já havia passado mais de 8 horas do crime.

Além de Andreia, Ailton Fernandes de Sousa,que é irmão do suspeito do crime, também teve a mão decepada. Os dois estão com a saúde estável e fora de perigo, porém bastante abalados. A amputação foi na mão direita de Andreia e do Ailton na mão esquerda. Os dois seguem internados na enfermaria do hospital com proteção da Polícia Militar. 

O suspeito do crime segue foragido. A Polícia Militar realiza diligências para localizar e prendê-lo.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing