26/07/2020

IBGE: 79% das pessoas com sintomas gripais não procuraram médico no PI

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Os dados da Pnad Covid-19 divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 79,4% dos piauienses que relataram ter tido pelo menos um sintoma relacionado à síndrome gripal, em junho, não procuraram atendimento em estabelecimentos de saúde. Isso equivale a 147 mil pessoas, das 185 mil ouvidas. Só 38 mil foram a unidade de saúde.

Segundo o IBGE, a pesquisa não trata de diagnósticos médicos, mas apenas de informações relatadas pelas próprias pessoas. Os 12 sintomas relacionados à síndrome gripal são: febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular.

O IBGE informou que a Pnad Covid-19 construiu um indicador síntese que conjugou, entre os sintomas investigados, os mais associados à Covid-19. 

“Foram considerados como conjunto de sintomas: perda de cheiro ou de sabor ou tosse, febre e dificuldade para respirar ou febre, tosse e dor no peito”, informa o órgão.

Cai número de pessoas afastadas
A pesquisa mostra ainda que o número de pessoas ocupadas e afastadas do trabalho caiu no mês de junho, no Piauí. O contingente chegava a 302 mil pessoas em maio, tendo passado para 230 mil em junho, uma redução de cerca de 24%. 

Segundo o IBGE, o distanciamento social foi o motivo da maioria dos afastamentos no mês de junho: 202 mil, aproximadamente 88% do total. Aqueles que estavam afastados por outros motivos como férias, licença-saúde, licença-maternidade, entre outros, eram 28 mil no estado. 

Pouco mais da metade (50,3%) das pessoas que estavam ocupadas e afastadas do trabalho em junho, no Piauí, deixaram de receber remuneração, o que equivale a 116 mil pessoas. Em maio esse quantitativo era de 151 mil pessoas, o que representa uma redução de cerca de 23% em junho.

Os dados mostram ainda que a quantidade de pessoas ocupadas e não afastadas, mas que estavam em regime de trabalho remoto, chegou a 82 mil no Piauí, em junho, número que havia sido 80 mil em maio, aumento de pouco mais de 2,5%. O pessoal em trabalho remoto representava cerca de 11,1% do quantitativo de pessoal ocupado e não afastado do trabalho. No Brasil, houve pequena queda nesse índice, passando de 8,7 milhões em maio para 8,6 milhões em junho.

Hérlon Moraes (Com informações do IBGE)
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing