18/07/2020

Exame comprova que corpo carbonizado é de homem acusado de matar médica no Piauí

Com o resultado do exame, a Polícia Civil concluiu que o crime se tratou de feminicídio seguido de suicídio.

Caroline Naiane foi morta a facadas na frente da filha, em Teresina. — Foto: Reprodução/Instagram

Uma exame de DNA solicitado pela Polícia Civil do Piauí comprovou que o corpo encontrado carbonizado dentro de um veículo na BR-316, em abril deste ano, era de Kelson de Alencar Andrade. Ele é acusado de matar a ex-companheira, a médica Caroline Naiane Brito Barbosa, com pelo menos 18 facadas dentro de um apartamento em um condomínio no bairro Primavera, Zona Norte de Teresina.

A delegada Luana Alves, do Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e responsável pelo caso, informou nesta sexta-feira (17) que com o resultado do exame encerrou as investigações e concluiu que se tratou de um feminicídio seguido de suicídio.

Acusado de matar médica morreu carbonizado após colidir com carreta na BR-316 — Foto: Reprodução/Redes sociais

Em entrevista ao G1, a delegada explicou que foi utilizado o material genético do pai do então suspeito. “Após o acidente, a PRF identificou a placa do veículo e verificou que o proprietário do carro era o Kelson. Foi feito o exame com base no material genético do pai dele, que comprovou que o corpo se tratava de um filho do senhor, ou seja, seria o Kelson”, afirmou.

O caso foi encaminhado ao Ministério Público e encerrado. A delegada também informou que a filha da médica Caroline Naiane Brito, que presenciou o crime, foi morar com a avó materna.

Relembre o caso

Médica Caroline e o ex-companheiro, acusado do feminicídio — Foto: Reprodução/Redes sociais

A médica Caroline Naiane Brito Barbosa foi assassinada com 18 facadas, na noite do dia 11 de abril deste ano, dentro do apartamento onde morava, em um condomínio no bairro Primavera, Zona Norte de Teresina. O ex-companheiro da vítima, Kelson de Alencar Andrade, foi apontado como o principal suspeito de ter cometido o crime.

Segundo a Polícia Civil, o ex-marido teria invadido o apartamento onde a vítima morava com a filha e assassinado Caroline na frente da menina. O atual namorado da médica também estava no apartamento. Em depoimento, ele relatou à polícia que ouviu gritos da vítima, foi socorrê-la, mas já a encontrou caída no chão da cozinha.

Motorista do caminhão fala sobre momento em que carro invade contramão e colidem de frente

Após o crime, Kelson Alencar teria pego seu veículo e ido em direção ao município de Água Branca, onde ele residia. Mas, na rodovia, ele pegou o carro e direcionou o automóvel contra uma carreta.

"O motorista da carreira afirmou que estava na mão dele quando viu um carro vindo em sua direção, tentou desviar indo para o acostamento, mas ainda foi atingido”, disse a delegada Luana Alves em abril ao G1.

Após a colisão, os dois veículos tiveram explosões e incêndios e o condutor do veículo de passeio ficou com o corpo completamente carbonizado. Na carreta, duas pessoas tiveram ferimentos leves.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing