15/06/2020

Ministério Público afirma que presos da Cadeia Pública de Altos foram envenenados em dedetização

Quase 200 presos da Cadeia Pública de Altos adoeceram entre maio e junho e seis deles faleceram. A Secretaria de Justiça negou que essa tenha sido a causa da morte.

Suspeito de ferir namorada e matar amiga atropelada foi transferido para a Cadeia Pública de Altos — Foto: Francisco Leal/Ccom

Uma investigação do Ministério Público do Piauí concluiu que os quase 200 presos da Cadeia Pública de Altos que adoeceram durante os meses de maio e junho foram vítimas de envenenamento, causado por uma dedetização realizada sem os cuidados necessários, no início de maio. Seis dos presos faleceram vítimas da intoxicação. A Secretaria de Justiça negou que essa seja a causa da intoxicação.

O coronel Luís Antônio Pitombeira, diretor de assistência militar da Secretaria de Justiça, argumentou em entrevista à TV Clube que os detentos da CDP de Altos começaram a apresentar sintomas dias antes da dedetização citada pelo Ministério Público, e que a dedetização teria sido realizada apenas na parte externa da unidade, e não dentro das celas ou áreas com que os presos tenham tido contato.

Segundo o coronel, a secretaria criou um comitê de gerenciamento de crise que atua para descobrir as causas do surto que atingiu a unidade prisional, mas o comitê não teria chegado a uma conclusão até o momento, e aguarda resultado de exames laboratoriais. Ele disse ainda que nove presos tiveram diagnóstico confirmado para leptospirose, doença transmitida pela urina de ratos.

Secretaria de Justiça nega que dedetização possa ter causado envenenamento de presos

A empresa que executou o serviço disse em contato com a TV Clube que realizou a dedetização apenas no dia 16 de maio, data posterior ao aparecimento de sintomas nos detentos, e que o trabalho foi feito apenas em áreas externas da unidade, e não dentro de celas. Todo o procedimento teria sido acompanhado por servidores de Secretaria de Justiça.

Entretanto, o Ministério Público divulgou um Certificado de Controles de Pragas assinado pela empresa Foco Serviços e Projetos no dia 15 de maio, em que a empresa declara ter realizado os serviços de dedetização na Cadeia Pública de Altos, além dos serviços de controle de pragas urbanas, desratização e descupinização.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing