08/05/2020

Piauí é o 4º do país em número de casas sem banheiro, diz pesquisa do IBGE

Foto: Arquivo CRM

O Piauí é o quarto estado do Brasil com o maior percentual de casas sem banheiro de uso exclusivo dos moradores. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) de 2019, divulgados nesta quinta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a pesquisa, são 114 mil domicílios sem banheiro.

De acordo com a pesquisa, o número representa 11% dos lares do estado, percentual bem acima do verificado no país, onde apenas 2,2% das residências não possuem banheiro (cerca de 1,62 milhão de domicílios). 

Segundo o IBGE, a pesquisa também levantou dados sobre serviços de saneamento básico. A taxa de domicílios em que o lixo é recolhido diretamente pelo serviço de limpeza no Piauí, por exemplo, é de 67,6%, a 4ª menor do país. O número está abaixo da média brasileira, que é de 84,4%. 

Ainda de acordo com os dados, em 26,7% das residências piauienses o lixo é queimado na propriedade e em 3,2% o lixo é coletado em caçamba do serviço de limpeza. Cerca de 2,5% dos domicílios dão outro destino ao lixo.

Gráfico: IBGE


Abastecimento de água

A Pnadc mostra também que a rede geral de distribuição de água atende a 85,1% dos domicílios do Piauí. Quase 8% (7,8%) dos lares têm como fonte principal de água o poço profundo ou artesiano e 2,5% poço raso, freático ou cacimba. Aproximadamente 0,2% dos domicílios do estado são abastecidos por fontes ou nascentes e 4,4% usam outros meios para obtenção de água.

Segundo os dados, a acesso a água é diário em 94,5% das residências do Piauí em que a rede de distribuição geral de água é a principal forma de abastecimento. Em 4,5% dos domicílios, há disponibilidade de água entre 4 a 6 dias na semana. Já em 0,8% dos lares, a água está disponível apenas de 1 a 3 dias na semana.

Já a energia elétrica, de acordo com a pesquisa, alcança a quase totalidade dos lares piauienses, no qual 98,6% dos domicílios são atendidos exclusivamente pela rede geral de distribuição. Em 99,1% dos domicílios que possuem acesso ao serviço pela rede geral, há abastecimento em tempo integral.

Veja outros dados da pesquisa:

Piauí tem o 2º maior índice de domicílios próprios quitados: cerca de 82,1% dos domicílios piauienses são de propriedade de um dos moradores e estão quitados, sendo o 2º maior percentual do país, de acordo com a PNADC 2019. No país, o índice é de 66,4%. Já proporção de residências alugadas no Piauí (7,9%) é a menor do Brasil e é menos da metade do que o observado no país (18,3%). Distrito Federal e São Paulo são os estados com os maiores percentuais de domicílios alugados, com 29,3% e 23,5% respectivamente. 

Foto: Hérlon Moraes

Em Teresina, cerca de 79,3% das residências são próprias e quitadas, enquanto 11,6% são alugadas. Aproximadamente 5% dos domicílios da capital são cedidos e 3,8% são próprios de algum morador, mas ainda sendo pagos. Ainda há 0,2% em outras condições de ocupação.

No Piauí, cerca de 97,4% dos domicílios são do tipo casa, enquanto apenas 2,6% são apartamentos. Em Teresina, a proporção de apartamentos é um pouco maior: 92% das residências são casas e 8% apartamentos. A média do Brasil também revela predominância de casas, que representam 85,6% do total, e 14,2% dos domicílios são do tipo apartamento. 

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing