07/02/2020

Suspeito de estupro contra 12 vítimas admite integrar quadrilha de roubo de celular


Foto: Graciane Sousa/ Cidadeverde.com

O motorista de transporte alternativo suspeito de estupro virtual contra 12 vítimas em Teresina negou as acusações dos crimes de violência sexual durante entrevista à imprensa na manhã desta sexta-feira (7). 

José Raimundo de Abreu, 34 anos, foi preso ontem (6) em São Luis (MA) na residência de parentes e é suspeito de exigir fotos nuas de vítimas - entre 11 a 22 anos - ameaça-las de estupro e de morte. A maioria das vítimas é da mesma escola na zona Sudeste de Teresina. 

Ao falar com a imprensa, José Raimundo confirmou envolvimento com organização criminosa especializada no furto e roubo de celulares.

Devido a repercussão do caso, ele foi transferido do 21°Distrito Policial para a Central de Flagrantes de Teresina onde presta depoimento nesta sexta-feira (07). Na saída da delegacia, ele foi agredido por uma das vítimas. 

Conhecimento em tecnologia surpreendeu polícia 
O delegado Odilo Sena, titular do 21°DP, disse que se surpreendeu com o conhecimento em tecnologia do suspeito, mesmo sendo praticamente analfabeto. 

"Ele surpreendeu muito, pois tinha habilidade em informática, redes sociais e ocultação de identidade. Ele se utilizou de equipamentos proibidos no Brasil para se esconder virtualmente", disse o delegado. 

As investigações apontaram que o suspeito se aproveitava da profissão lícita de motorista de transporte alternativo para roubar, furtar ou receptar celulares nos locais por onde trabalhava. 

"Ele faz parte de um grupo de roubo de celulares e era piloto de fuga desse grupo. Com esses celulares, despertou a lascívia para o crime de estupro", explica Sena. 



Suspeito pretendia praticar estupro físico, diz delegado
Odilo Sena revela que o suspeito pretendia praticar estupro físico. Ele teria começado no crime de estupro por amizade com um investigado que já havia praticado estupro físico contra uma mulher que também mora no bairro Jardim Europa, mesma região das vítimas. 

"Ele tem um amigo que é investigado por estupro na região. Esse parceiro é mais novo que ele e foi quem o levou a praticar esse estupro virtual. A intenção dos dois indivíduos era continuar nesse tipo de crime em regiões mais pobres", disse o delegado. 

Nenhum dos investigados é do Piauí.


Flash Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing