13/12/2019

Polícia Militar prende acusado de espancar vitima durante assalto


Uma guarnição da Polícia Militar comandada pelo Tenente Wagner prendeu o jovem Aurélio da Silva Sarafim, de 22 anos, acusado do crime de roubo qualificado. Com o rapaz ainda foi apreendido uma motocicleta CG Honda Titan, modelo 1994, sem placa e com procedência a ser investigada. O fato ocorreu no final da noite desta quinta-feira (12/12), no Bairro Santa Teresinha em Cocal, município da região norte do Piauí. 

Os militares realizavam rondas pelo bairro quando avistaram dois motociclistas em atitude suspeita e resolveram o abordar. Durante a busca pessoal e averiguação em ambos, os policiais constataram que em desfavor de um dos suspeitos (Aurélio) havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Cocal-PI. 

O mandado foi devidamente cumprido e Aurélio conduzido para a Central de Flagrantes de Parnaíba-PI, onde posteriormente será transferido a um presídio piauiense. 


O CRIME
No final da manhã do dia 01º de janeiro deste ano (2019), Aurélio e o seu irmão José Wilson da Silva Sarafim, na época adolescente de 17 anos, consumiam bebida alcoólica em um bar no Bairro Santa Teresinha e fizeram amizade com a vitima, um homem de pouco mais de 40 anos de idade, que também bebia no referido estabelecimento comercial. 

Em desfavor de Aurélio pesa somente esse crime de roubo qualificado

A vitima chegou no estabelecimento comercial em seu carro, um modelo Chevrolet Onix, de cor branca. Os irmãos, ao notarem que a vitima saía do local, pediram carona e durante o trajeto do Bairro Santa Teresinha ao IFPI, ambos passaram a espancar a vitima com socos e com uma arma de choque, a obrigando entregar o seu veiculo e demais pertences. 

Da vitima foram subtraídos o seu carro; uma bolsa contendo todos os seus documentos pessoais; cartões de crédito; pouco mais de R$800,00 (oitocentos reais); e um smarthphone Motorola Moto G5 S. O automóvel foi recuperado momentos depois do crime, e os demais pertences a Polícia Civil conseguiu localizar posteriormente, exceto o dinheiro.


Desde a data do crime, Aurélio não se apresentou a autoridade policial e nem compareceu aos demais trâmites da justiça, o que acarretou na sua prisão. Familiares informaram durante à audiência de instrução e julgamento que Aurélio viajou para trabalhar como feirante em Brasília-DF, e não com o proposito de fugir da justiça. 

O irmão de Aurélio, José Wilson, que apesar da pouca idade já é um velho conhecido da polícia, teve a internação decretada pela justiça faltando pouco mais de um mês para completar a maioridade [CLIQUE AQUI E REVEJA]. Desde o mês de abril do corrente ano (2019) ele se encontra internado no Centro Educacional Masculino (CEM) em Teresina-PI.

Fonte: Blog do Coveiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing