19/12/2019

Gerente e alunos são feitos reféns em assalto a cursinho no Piauí



O gerente e alunos de um cursinho profissionalizante foram feitos refém na sala do cofre da escola, no Centro de Teresina, na manhã desta quinta-feira (19). 

Cerca de quatro homens armados levaram celulares e outros pertences das vítimas e ameaçaram de morte o gerente de ensino Cristiano Gonçalves Oliveira, que foi obrigado a abrir o cofre da empresa e entregar cerca de R$ 1.500 ao grupo de criminosos.

As vítimas foram abordadas no final da aula. Quatro homens, dois deles armados, forçaram as vítimas a entregar seus pertences. Três suspeitos foram presos próximos ao Ginásio Verdão.

“Eu tinha acabado de liberar meus alunos. Quando chegamos na sala da recepção os elementos já estavam lá. Eles me abordaram e levaram a gente para a parte interna do balcão da secretaria pedindo o dinheiro em caixa, pedindo o dinheiro das carteiras, o celular de todo mundo, relógio, colar, pulseira, anel, tudo de valor”, relatou o gerente.

Cristiano Gonçalves conta também que foi ameaçado pelos assaltantes. “Pediram pela sala do cofre, apontando a arma pra mim e diziam: ‘Eu vou te matar. Eu vou te matar. Eu sei que tem mais dinheiro’”, relembrou.

Após entregar o dinheiro do cofre, o gerente e as vítimas foram trancadas na sala da secretaria. “Tínhamos uma chave reserva. Esperamos eles saírem e abrimos a porta. Acionamos a polícia. E conseguimos pegar alguns deles na praça do Verdão”, disse o gerente do cursinho.

Segundo Cristiano Gonçalves, além dele, cerca de 30 alunos foram vítimas do assalto.

Polícia em diligência
A Polícia Civil busca novos suspeitos. Um deles chegou a ser baleado pela polícia nas proximidades do Ginásio Verdão. A polícia está em diligência para a captura e para isso rastreia um dos celulares roubados.

Assaltantes se passaram por clientes
Cristiano Gonçalves, que também é professor do cursinho, relatou ao Cidadeverde.com que os suspeitos chegaram no local fingindo interesse nos cursos.

“Eles chegaram perguntando por cursos de especialização. A nossa orientação profissional orientou que não existia cursos de especialização, apenas cursos profissionalizantes e aí eles pediram para dar uma olhada na escola, deram uma olhada, depois deram uma saidinha breve e voltaram anunciando o assalto”, contou.

Bandidos trocaram tiros com policiais militares próximo ao ginásio Verdão após um arrastão em um cursinho profissionalizante na rua Simplício Mendes, no Centro de Teresina. O caso ocorreu no fim da manhã desta quinta-feira (19). 

Após o assalto, os bandidos fugiram de carro e foram perseguidos por policiais militares do 1º Batalhão da Polícia Militar. 


Foto: Hélder Sousa/ Cidadeverde.com

Segundo o sargento Luís Rodrigues, do 1º BPM, os criminosos estavam de carro e ainda trocaram tiros com a PM, mas quatro deles, sendo três homens e uma mulher, acabaram presos. 


Graciane Sousa, Roberta Aline e Valmir Macêdo
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing