06/08/2019

Municípios do interior são considerados os mais violentos do Piauí, diz Atlas da Violência

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, as cidades de Sebastião Barros, Caldeirão Grande do Piauí e Vila Nova do Piauí tiveram a maior taxa de homicídios estimada em 2017.

Municípios do interior são considerados os mais violentos do Piauí — Foto: Catarina Costa/G1 PI

Três municípios do interior do Piauí são considerados os mais violentos do estado, de acordo com Atlas da Violência, pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) nesta segunda-feira (5). O levantamento apontou que as cidades de Sebastião Barros, Caldeirão Grande do Piauí e Vila Nova do Piauí tiveram a maior taxa de homicídios estimada em 2017.

Segundo o atlas, em se tratando de violência letal no estado duas mesorregiões tiveram destaque em 2017, sendo elas o Sudeste e Centro-Norte piauiense. E as cidades de Sebastião Barros, a 940 km de Teresina, Caldeirão Grande do Piauí e Vila Nova do Piauí, distantes 424 km e 364 km da capital, respectivamente, se destacaram como mais violentas.

O levantamento mostra que Sebastião Barros teve a taxa de homicídio estimada de 87,7 em 2017, sendo assim o mais violento do estado. Seguido de Caldeirão Grande do Piauí, com taxa de 70,4, e Vila Nova do Piauí, com 68,2.

O estado segue uma tendência nacional em que os índices de violência no país estão crescendo especialmente em cidades médias e pequenas. Esse aumento fez o índice nacional crescer nos últimos 20 anos, apesar da queda nas cidades grandes.

A taxa é calculada com os homicídios registrados nos municípios e também com mortes violentas com causa indeterminada, óbitos que seriam homicídios ou suicídios, ou mortes ocasionadas por acidentes, mas para os quais as autoridades e o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde (MS), falharam em estabelecer a causa correta.

Esses óbitos são classificados como homicídios ocultos e entram no cálculo da taxa de homicídio estimada por 100 mil habitantes para cada município.
Estado com menor taxa

Teresina apresentou taxa de 39,4, sendo a média dos municípios do estado de 11,4. Conforme o levantamento, foram registrados 319 homicídios na capital em 2017. Em Parnaíba, no Litoral do Piauí, a taxa foi 27,9, referente às 38 mortes violentas contabilizadas no mesmo ano.

Desta forma, apesar das altas taxas em Sebastião Barros, Caldeirão Grande do Piauí, e Vila Nova do Piauí, o atlas aponta o Piauí como o estado nordestino com menor taxa de homicídios estimada em 2017 e a média dos municípios piauienses como uma das mais baixas do país.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing