29/08/2019

Analista do TJ-PI é assassinado em bar durante suposto latrocínio no Piauí



Um analista judiciário do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) foi assassinado em um suposto latrocínio na noite desta quinta-feira (28), no bairro Tancredo Neves, na zona Sudeste de Teresina. Francisco das Chagas Campelo e Silva, 54 anos, estava em um bar com um amigo quando foi abordado pelos criminosos. 

O crime ocorreu por volta das 20h. De acordo com a Polícia Militar, a vítima teria reagido ao assalto. 

"Ele estava na mesa conversando com amigos quando dois elementos chegaram a pé e anunciaram o assalto, sendo que ele reagiu e foi alvejado com arma de fogo", informou a PM.


Foto: Reprodução WhatsApp

A pick up da vítima foi roubada e encontrada ainda durante a noite no Parque Rodoviário na zona Sul de Teresina. O veículo foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e ainda será periciado. Por ter autoria definida, o caso será investigado pelo 8º Distrito Policial.


Foto: Valmir Macedo/ Cidadeverde.com

PRISÃO
Após três horas de buscas, policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar prenderam um dos suspeitos identificado como Vinicius Alves da Silva que estava em posse de um revólver calibre 32.


Foto: Divulgação PM-PI

"Ao ser indagado sobre as circunstâncias que levaram a estar naquela região, o mesmo confessou que estava no roubo da camionete Hilux", informou a PM em nota da ocorrência.

Além do revólver apreendido, foram encontradas seis munições. A polícia trabalha agora na localização de um segundo suspeito de envolvimento no latrocínio.

PRIORIDADE DA POLÍCIA É ENCONTRAR SEGUNDO SUSPEITO 
De acordo com o delegado Ricardo Moura, do 8° Distrito Policial de Teresina, a prioridade da polícia é encontrar o segundo suspeito de envolvimento no latrocínio.


Foto: Valmir Macedo/ Cidadeverde.com

"Estamos com um investigador desde a madrugada acompanhando as buscas junto com a Polícia Militar. Um já foi capturado, agora queremos prender o segundo na condição de flagrante", informou Moura. A arma apreendida com o suspeito preso será periciada. 

"Só o perito vai poder dizer se os projéteis que atingiram a vítima partiram da arma encontrada com o Vinícius. Ele diz que a vítima estava armada e que a arma estaria dentro do carro. Até o momento não encontramos essa segunda arma", conta o delegado.

Ricardo Moura informou que o suspeito contou em depoimento que ele e um comparsa abordaram a vítima para roubar o carro. O comparsa de Vinícius, apontado por ele como Igor, teria entrado em luta corporal com a vítima e em seguida houve o tiro.

"Ele (Vinícius) em depoimento negou ter efetuado o disparo", disse o delegado.

O amigo da vítima que o acompanhava no bar teria sido rendido por um dos suspeitos. Ele também será ouvido pela polícia que busca imagens de câmeras de segurança do local.

TERCEIRA SUSPEITA
Informações de testemunhas apontam para o envolvimento de uma mulher que teria dado cobertura aos dois suspeitos. No entanto, a informação está sendo questionada pela polícia. 

"Nossa investigação já está descartando a existência do envolvimento dessa mulher", assegura o titular do 8º Distrito Policial.

ANALISTA SERÁ ENTERRADO NO INTERIOR DO PIAUÍ
O corpo do analista judiciário será sepultado em São Félix do Piauí, no interior do Piauí. O corpo está sendo velado em uma funerária na Avenida Miguel Rosa, em Teresina. Francisco das Chagas deixa três filhos, esposa e mãe. 

Na memória dos colegas de trabalho, amigos e familiares, Chaguinha, como era conhecido pelos mais próximos, é lembrado como uma pessoa alegre e extrovertida.

Graciane Sousa e Valmir Macêdo
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Notícia da Manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing