07/02/2019

Travesti perde olho esquerdo após tentativa de homicídio no Piauí


Foto: Arquivo Pessoal

A travesti Mikael Cássio Oliveira Monteiro, 25 anos, passou por uma cirurgia para retirada do olho nesta quarta-feira(06), após o procedimento, ela se recupera bem em uma enfermaria do Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Conhecida como Mikaela, ela foi vítima de um tiro no olho no último sábado(02) e encontrada abandonada próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros. 

Segundo Camila Monteiro, irmã da travesti, ela está bem, conversa e caminha normalmente. 

"Ela contou para minha mãe, que está com ela direto, mas eu não sei o que aconteceu. Só sei que ela é usuária (de drogas) há mais de dez anos e morava no mundo, só de vez em quando que aparecia em casa", conta a irmã. 

Ela acredita que a Mikaela vá para a casa da mãe, na zona Norte, até sarar o olho e depois deverá ser internada. "Já estou tentando uma vaga numa clínica para tratar esse vício dela", afirmou Camila, que disse ainda que não precisa mais de ajuda com fraldas, porque Mikaela já deixou a UTI. 

A Polícia Civil que investiga o caso apura se tem participação de um garoto de 12 anos e mais duas pessoas, todos seriam amigos da vítima e que o tiro teria ocorrido durante uma brincadeira. O coordenador do Grupo de Apoio Operacional (GAO) do Gerência de Policiamento Metropolitano, Joattan Gonçalves, também informou que já tem provas que o crime ocorreu em um lugar (no bairro Ilhotas) e a vítima foi encontrada em outro.

Os investigadores devem voltar nesta quinta(07) para tentar falar com Mikaela no HUT. 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing