08/02/2019

Polícia prende suspeitos do "tribunal do crime"; soldado do tráfico foi vítima por usar droga

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A Polícia Civil do Piauí apresentou o resultado da investigação de um crime de tortura no qual um homem aparece sendo alvejado a tiros nas mãos após cometer um suposto crime na região do bairro Santo Antônio, na zona Sul de Teresina. De acordo com o delegado geral, Luccy Keiko Leal, a vítima foi castigada por ter consumido a droga que deveria ter comercializado. 

"Ele é uma espécie de soldado do tráfico e tinha que vender essa droga mas resolveu consumir cerca de R$ 200 em entorpecentes e acabou por ser castigado" , disse o delegado Marcelo Dias, da Delegacia de Prevenção e Repressão ao Entorpecente (Depre) . 

O mandante da tortura foi apontado como Lucas Katsberg, preso na manhã desta quinta (07). Durante operação mais dois foram presos suspeitos de integrar a organização criminosa que se autointitula Bonde dos 40. Contudo, a Polícia Civil do Piauí diz que não há relação dos criminosos com a facção criminosa do Maranhão. 

"Eles se autointitulam como sendo do Bonde dos 40 ou da Gangue do Celeiro, mas nossa investigação apontou que eles fazem isso para demonstrar poder. Não há relação com a facção criminosa do Maranhão, o Bonde dos 40", explica o delegado geral. 

A vítima que aparece sendo alvejado nas mãos é morador de rua e está sob proteção. Em depoimento, ele informou que "praticamente não consegue fazer nada com as mãos".

Matéria original

Três homens foram presos na manhã desta quinta-feira(07) com drogas e arma de fogo em uma ação da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre). Eles são suspeitos de fazerem parte de um grupo denominado Galera do Celeiro (GDC) que seria aliado ao Bonde dos 40, de Timon e que estariam agindo em Teresina. 

Segundo a Polícia Civil, foram presos os responsáveis por um crime de bastante repercussão no Estado, quando dois indivíduos aparecem em um vídeo divulgado em redes sociais, ameaçando um terceiro e disparando tiros nas mãos da vítima, que, supostamente, estaria praticando crimes no mesmo bairro dos presos.

"Aquela ação, compatível com o tipo penal de tortura, também foi foco da apuração da polícia judiciária", diz a nota. 

O Bonde dos 40 é conhecido por "fazer justiça com as próprias mãos" e instalar um verdadeiro "tribunal do crime" para quem invade a área liderada pela facção criminosa, que se auto financia pelo tráfico de drogas e tenta repassar uma falsa sensação de segurança a sociedade. 

Segundo o Delegado Geral de Polícia Civil, Delegado Luccy Keiko Leal Paraíba, o mandante do crime de tortura foi preso e a arma do crime foi apreendida, estando o fato está elucidado. 

Uma entrevista coletiva sobre o caso será concedida no prédio sede da Delegacia Geral, às 11 horas.


Graciane Sousa
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing