31/01/2019

Caso Iarla Barbosa: após um ano livre, acusado tem prisão decretada


O ex-tenente do Exército José Ricardo da Silva Neto teve a prisão preventiva decretada após julgamento de recurso no Tribunal de Justiça do Piauí. Ele é acusado de ter assassinado a estudante Iarla Barbosa em junho de 2017.

Ele foi preso após o crime, mas solto em fevereiro de 2018. Atualmente José Ricardo está morando em Pernambuco e a prisão deve ser efetivada nos próximos dias.

O ex-tenente do Exército José Ricardo da Silva Neto teve a prisão preventiva decretada após julgamento de recurso no Tribunal de Justiça do Piauí. Ele é acusado de ter assassinado a estudante Iarla Barbosa em junho de 2017.

Ele foi preso após o crime, mas solto em fevereiro de 2018. Atualmente José Ricardo está morando em Pernambuco e a prisão deve ser efetivada nos próximos dias.

Iarla namorava com o réu confesso do crime e foi morta após saírem de um bar na Zona Leste de Teresina. O crime aconteceu no dia 19 de junho de 2017 quando a jovem foi morta a tiros disparados dentro de um carro pelo namorado, que depois levou o corpo para o condomínio onde mora.

O crime teria sido motivado por ciúmes e Iarla queria terminar o namoro, que durava poucas semanas.

Iarla namorava com o réu confesso do crime e foi morta após saírem de um bar na Zona Leste de Teresina. O crime aconteceu no dia 19 de junho de 2017 quando a jovem foi morta a tiros disparados dentro de um carro pelo namorado, que depois levou o corpo para o condomínio onde mora.

O crime teria sido motivado por ciúmes e Iarla queria terminar o namoro, que durava poucas semanas.

Fonte: 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing