24/08/2018

Secretário de saúde é convidado e comparece à Câmara Municipal para explicações


O secretário Municipal de Saúde, Leonardo Correia, participou hoje, por volta do meio-dia, de uma sessão extraordinária da Câmara Municipal, para dar explicações a todos os vereadores, a respeito de um requerimento de autoria da vereadora Fátima Carmino (PT), aprovado em plenário, que pedia esclarecimentos do prefeito municipal, Mão Santa, sobre “os descredenciamentos de várias Equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Equipe de Saúde Bucal (ESB) e a suspensão de recursos financeiros para a saúde municipal de Parnaíba”. O convite ao secretário foi feito pelo vereador Carlson Pessoa, líder do governo.


O Secretário disse que das 42 equipes da Estratégia Saúde da Família que existem no município nenhuma foi descredenciada. O município possuía autorizada pelo Ministério da Saúde 74, podendo ter até 75 equipes. Faltavam funcionar 32, que foram descredenciadas, mas o município, desde que tenha toda a estrutura necessária, pode solicitar novos credenciamentos. “Os descredenciamentos não ocorreram só em Parnaíba, mas em todo o país, porque eram credenciamentos muito antigos, que o Ministério vinha prorrogando até tomar a providência”, explicou o secretário.


O secretário Leonardo se fazia acompanhar da enfermeira Daniele Tavares Nascimento, da atenção básica, que também deu os esclarecimentos que lhe competiam, contribuindo para que os vereadores tirassem suas dúvidas. Apesar disso, a vereadora Fátima Carmino disse, ao final, não haver ficado satisfeita.

Fazendo uso da palavra o vereador Diniz afirmou reconhecer o empenho da secretaria de saúde e do prefeito Mão Santa em melhorar o setor a cada dia, o que vem conseguindo, apesar das dificuldades que o país enfrenta.


Leonardo Correia, por sua vez, aproveitou para falar da aquisição de novas ambulâncias que estão sendo adquiridas pelo município e mais um ônibus para o transporte de pessoas para Teresina. “As ambulâncias vão resolver os problemas que enfrentamos no Samu e o ônibus vai fazer com que o município deixe de pagar 60 mil reais do ônibus que aluga atualmente”, disse Leonardo, que aproveitou para falar dos carros quebrados encontrados pela atual gestão, que recuperou alguns e está adquirindo outros novos. Disse ainda de problemas no fornecimento de medicamentos que existiram no início da gestão, mas que foram solucionados e que “hoje há medicamentos para atender a necessidade dos que precisam. Só não reconhece que a realidade da saúde é outra quem não quer”, frisou.


A vereadora Neta aproveitou para registrar que a aquisição das ambulâncias teve a ajuda do deputado federal Heráclito Fortes, que enviou uma emenda de 320 mil reais, aproximados, cujos recursos já estão em conta da Prefeitura. O vereador Bernardo Lima, também falou, relatando problemas que o Estado enfrenta com relação a ambulâncias e o vereador Irmão Marquinhos, que reconheceu o empenho do secretário de saúde e de sua equipe. “O Dr. Leonardo tem se desdobrado e nunca se negou a vir a esta Casa prestar esclarecimentos. Antes, outros secretários tinham medo de vir aqui. Eu conversei com profissionais de saúde que me falaram que as coisas mudaram, para melhor”, pontuou o vereador.


Leonardo Correia agradeceu a todos pela oportunidade e disse que, sempre que for chamado, vai retornar à Casa Legislativa para os esclarecimentos necessários.

Ascom - PMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google