21/08/2018

Parnaíba é das mulheres!: Eleitorado feminino domina na Princesa do Igaraçu, mas homens são a maioria nas urnas em Luís Correia, Ilha Grande e Cajueiro da Praia


Apesar de serem as donas do voto em Parnaíba, segunda maior cidade piauiense, e terem poder de decisão em qualquer pleito local, as mulheres ainda não mostraram, de fato, toda a sua força nas urnas. O melhor exemplo disso foi o resultado do última eleição para a Câmara Municipal de Parnaíba, em que apenas duas vereadoras (Fátima Carmino e Neta Castelo Branco) foram vitoriosas, num quadro de 17 vagas.




As parnaibanas representam 54 mil e 427 votos, 53,33% de todo o eleitorado, de 102 mil e 64 votos. Mas, mesmo assim, com maioria nas urnas, não conseguem se articular a ponto de eleger mais mulheres para os espaços de poder, em todas as esferas. A matemática é simples, de 4ª série do Ensino Fundamental: se determinada categoria tem mais votos, deveria ter mais vagas. Se isso não acontece, inexplicavelmente, é porque deve se ter fortes motivos para tal fato.

Então, falta o quê? Bons nomes de mulheres parnaibanas nas disputas eleitorais? As mulheres parnaibanas sempre preferem votar em homens? Ou as eleitoras parnaibanas ainda não compreendem seu verdadeiro poder de voto? 

Essas são perguntas que toda mulher parnaibana, com o título de eleitor nas mãos, deve-se fazer diante da urna, no dia 7 de outubro. Há possibilidade de se mudar, sim, essa triste estatística de que a política local, regional e nacional é dominada por representantes homens. Nesta eleição de 2018, há várias candidatas a cargos de deputada estadual e federal para as eleitoras parnaibanas analisarem e votarem, de diferentes agremiações e ideologias políticas.


No litoral do Piauí, apenas em Parnaíba as mulheres mandam no voto. Em todas as faixas etárias estão em vantagem em relação ao eleitorado masculino. 

Em Luís Correia, ao contrário, os homens são a maioria entre os aptos ao uso das urnas, com 50,25%, num total de 23 mil e 839 votantes. Somente na faixa etária entre 25 a 34 anos as mulheres têm mais expressividade, com diferença de pouco mais de 100 votos..

No município de Ilha Grande, a situação é semelhante, com 51,14% do eleitorado formado por homens, em um universo de 7 mil 653 eleitores. Contudo, o eleitorado de mais idade é de predominância feminina, da mesma forma que os eleitores mais novos, de 16 anos.


Mas é em Cajueiro da Praia, na terra do peixe-boi marinho, onde o eleitorado masculino alcança um percentual mais alto: 51,62%, em um total de 6 mil 186 eleitores. É só na faixa etária entre 60 a 69 anos que o público feminino obtém vitória numérica.

Fonte: Peagabê

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google