31/07/2018

Mão Santa reúne secretários para definir programação da visita do presidente Michel Temer à Parnaíba


O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, reuniu o seu secretariado na manhã desta terça-feira (31), para tratar da vinda do presidente Michel Temer a Parnaíba, quando ele assinará a Ordem de Serviço e anunciará também a liberação de recursos para a conclusão da 2ª etapa do Distrito de Irrigação Tabuleiros Litorâneos – Ditalpi.


“Nunca foram enviados tantos recursos de uma só vez para Parnaíba. São R$ 52 milhões de reais, uma distinção do presidente para com nossa cidade. O Brasil vive um momento muito difícil. São 5.567 municípios em todo o país e o presidente escolheu Parnaíba, para concluir uma obra que estava paralisada há 10 anos. É hora de manifestarmos gratidão ao presidente da república”, disse o prefeito.


Nesta terça-feira desembarcam no Aeroporto Internacional Dr. João Silva Filho, às 14:00h, os chefes de segurança e do cerimonial da Presidência da República, a fim de se reunirem com a equipe do prefeito e iniciarem as tratativas da agenda do presidente em solo parnaibano. Amanhã (dia 1º) chegarão 150 homens do 25 BC, que vão cuidar da segurança do Presidente.


“Estamos convidando toda a população para este momento, pela importância que tem a obra dos Tabuleiros Litorâneos para toda a região e pela decisão do presidente de presentear Parnaíba com a conclusão desta obra”, disse Mão Santa aos jornalistas, agradecendo também o empenho dos ministros piauienses Moreira Franco, de Minas e Energia e Pádua Andrade, da Integração Nacional, além do deputado federal Heráclito Fortes.


O deputado ainda disse, trata-se de “uma obra que me orgulha lutar por ela, uma conquista de Parnaíba, uma Conquista do Piauí. A segunda etapa dos Tabuleiros Litorâneos será, finalmente, reiniciada. Ao todo são, aproximadamente, seis mil hectares irrigados, o equivalente a 430 lotes agrícolas, destinados aos pequenos produtores e cooperativas da região. A expectativa é de gerar cerca de dois mil novos postos de trabalho na segunda fase do projeto. O objetivo é estimular ainda mais a fruticultura irrigada e ampliar o potencial de comercialização para mercados internos e externos, gerando novos empregos e renda na região”, pontuou Heráclito.

Ascom - PMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google