21/06/2018

Aprovado em mais de 30 concursos é preso no Piauí por fraude em Tocantins


Foto: PC-PI

Um dos presos em um condomínio de luxo em Teresina, suspeito de fraudar o concurso da Polícia Militar do Tocantins, participou do certame da Polícia Civil do Piauí, que ocorreu em 10 de junho deste ano. Segundo a delegada Alexandra Santos, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Antônio Ferreira Lima Sobrinho, conhecido como Antônio Concurseiro, já foi aprovado em mais de 30 concursos públicos em todo país. 




"Ele é uma pessoa altamente inteligente e conseguiu aprovação em mais de 30 concursos públicos. Fazia as provas e repassava os gabaritos. No Piauí, fez o de agente da Polícia Civil e pretendia fazer o de perito que ainda vai acontecer. Ele não deve participar, pois está preso temporariamente e pode ter a prisão convertida em preventiva. Como já sabíamos de todo esse histórico, fez o concurso da PC-PI, mas estava sendo monitorado. Aqui no Piauí, ele não teve nem como pensar em fraudar nosso concurso", frisa a delegada Alexandra Santos, do Greco. 

De acordo com a Polícia Civil do Tocantins, Antônio era servidor público no Instituto Federal do Maranhão (Ifma) e foi exonerado em 2012. 

"O Antônio já é conhecido em outros Estados e já foi preso. A atuação dele é de estudar, fazer a prova e repassar o gabarito. Ele é muito inteligente. A Polícia Civil ainda não repassou a participação delas porque está tentando elucidar com essa prisão temporária”, acrescentou a delegada. 

Além de fazer as provas, Antônio também angariava pessoas para participar da fraude comprando os gabaritos. 

Antônio foi preso em Teresina, na manhã desta quinta-feira (21), juntamente com a esposa e a cunhada. Os três estão sendo recambiados para o Tocantins.


Equipe da Polícia Civil de Tocantins e do Piauí

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing