16/04/2018

Valdeci Cavalcante toma posse na Academia Parnaibana de Letras e lança livro sobre o Oriente Médio

Antônio Gallas, secretário geral da Apal; Valdeci Cavalcante, novo membro da Apal; e José Luis de Carvalho, presidente da Apal. Foto José Maria

O advogado, empresário e escritor Valdeci Cavalcante foi empossada nesta sexta-feira (13) na cadeira de n° 39 da Academia Parnaíba de Letras (Apal), que tem como patrono o pai dele, o empresário, ex-vereador e ex-vice-prefeito de Parnaíba Gerardo Ponte Cavalcante. O discurso de recepção ao novo membro da Apal foi proferido pelo acadêmico Elmar Carvalho que falou sobre as biografias de Valdeci Cavalcante e do seu patrono. Além dos membros da Apal estavam presentes autoridades como o senador Ciro Nogueira, o deputado federal Paes Landim, o prefeito Mão Santa, o desembargador José James (TJ-PI), vereadores e muitos outros convidados. A cerimônia foi presidida pelo presidente da Apal, José Luis de Carvalho, com a participação do secretário geral, Antônio Gallas Pimentel.

Em seu pronunciamento de recepção ao novo acadêmico, Elmar Carvalho destacou o perfil empreendedor de Valdeci Cavalcante, que mesmo envolvido em diversas missões e empreendimentos, sempre reserva uma parte do seu tempo para a produção literária. O novo membro da Apal é autor de vários livros, sendo o último intitulado “O Oriente Médio”, que teve lançamento e sessão de autógrafos na mesma noite.

Elmar Carvalho destacou os investimentos que as entidades presididas por Valdeci Cavalcante realizam nas áreas do esporte e da cultura nas diversas unidades do Sesc e Senac em diversas cidades do Piauí. Bibliotecas, teatros, espaços culturais e esportivos estão entre os setores priorizados pelo novo imortal das letras, nas entidades que dirige.

Sobre o patrono da cadeira 39, Gerardo Cavalcante, o acadêmico Elmar Carvalho destacou a vasta atuação no comércio, na política (vereador por mais de 30 anos, vice-prefeito e prefeito em exercício) e no contexto social do município. Para o poeta Elmar, Gerardo Cavalcante teve como principal qualidade a de ter sido um homem bom, com forte atuação humanitária e social. Cearense, nascido em 1920, Gerardo Cavalcante morreu no dia quatro de outubro de 2010, aos 90 anos de idade.

No seu discurso de posse, o acadêmico Valdeci Cavalcante também destacou aspectos biográficos do patrono da cadeira 39, que passou a ocupar, lembrando sua atuação política e comunitária. Dissertou a respeito do fazer literário e da importância da arte literária no contexto das demais atividades humanas. Sobre a posse na Apal, Valdeci manifestou disposição de se engajar nos objetivos da entidade, voltados à difusão da cultura literária. Depois da posse, aconteceu o lançamento do livro “O Oriente Médio”, com apresentação da obra pelo advogado Dênis Oliveira Cavalcante, filho do escritor Valdecir Cavalcante. A obra resume a experiência de vida, as viagens e as pesquisas bibliográficas e de campo do escritor Valdeci Cavalcante sobre o mundo árabe, com foco especial no talento dos povos estudados nas áreas do comércio e das humanidades.

Valdeci Cavalcante recebe o manto acadêmico. Foto: José Maria.
Valdeci Cavalcante cumprimenta o acadêmico Elmar Carvalho que fez o discurso de recepção. Foto José Maria.
Presidente da Apal, José Luis de Carvalho, e o secretário Geral, Antônio Gallas, empossam Valdeci Cavalcante na cadeira de número 39 que tem como patrono Gerardo Cavalcante. Foto José Maria.
Presidente da Apal, José Luis, conduz a cerimônia de posse. Foto José Maria
Acadêmico Dr. Itamar dirige mensagem ao novo acadêmico. Foto José Maria.
Advogado Dênis Cavalcante faz apresentação do livro “O Oriente Médio”, de Valdeci Cavalcante. Foto José Maria
Desembargador José James prestigiou a posse de Valdeci Cavalcante na Apal. Foto José Maria.
Acadêmicos Alcenor Candeira Filho, Roberto Cajubá, Valdeci Cavalcante e Antônio de Pádua. Foto José Maria.

Fotos: José Maria
Fonte: a24horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing