15/03/2018

Por reviravolta no Piauiense, Parnahyba demite técnico Danilo Queiroz

Clube oficializa demissão do treinador após três jogos, e presidente adota tom mais radical para salvar Tubarão de vexame. “As coisas não surtiram efeito”, justifica cartola


O Parnahyba agiu de forma drástica e encerrou a passagem do técnico Danilo Queiroz pelo clube. O presidente Batista Filho comunicou a decisão aos jogadores em reunião nesta quinta, no CT Petrônio Portela, no litoral do estado, e promoveu Beto Silva ao cargo de treinador. A medida radical adotada pelos azulinos é uma forma, segundo o presidente, de tentar chacoalhar o elenco na véspera do jogo com o River-PI, no domingo, pela 9ª rodada do Campeonato Piauiense.

Em reunião no CT, Batista Filho comunica ao elenco saída de Danilo Queiroz (Foto: Jorge Alves/Parnahyba SC)
Reunião Parnahyba (Foto: Jorge Alves/Parnahyba SC)

- Danilo é um irmão nosso, mas as coisas não surtiram efeito e chamei ele para conversar. Preferi chamar ele para que a gente pudesse dar uma alavancada na moral dos jogadores. Não é que ele não fez um mau trabalho, mas sentimos que faltava confiança dos jogadores. É um amigo e entendeu numa boa. Em vez de contratar outro, deixamos o Beto, o Jucélio (Lira) na parte física e convidamos o Totonho (ex-jogador) para fazer parte da comissão técnica. Eles vão ficar nos dois jogos finais e semifinais. É esquecer o que passou e dar o apoio mais do que necessário para que a gente consiga essas vitórias – explicou Batista Filho.


Danilo Queiroz chegou ao Parnahyba com a missão de administrar a turbulência provocada após a saída do técnico Sérgio China. O substituto estreou no empate sem gols diante do Flamengo-PI, em Teresina, e não venceu nos dois jogos seguintes em que o Tubarão empatou em 2 a 2 com o 4 de Julho, em casa, e novamente pelo mesmo placar com o Piauí, em Teresina. O Tubarão segue em quinto lugar, fora da zona de classificação à semifinal.

CONFIRA A COLETIVA DE IMPRENSA DE BATISTA FILHO

ENCONTRO COM JOGADORES

Jogadores Parnahyba (Foto: Jorge Alves/Parnahyba SC)

- Abordamos vários aspectos porque desde 2010 o Parnahyba chega a uma semifinal. Corremos o risco de pela primeira vez, nesses oito anos, fica de fora da fase final do campeonato. Nosso time é bom, não deu liga até agora, mas qualidade tem. O que está faltando é atitude, querer e nós estamos tentando motivar de alguma forma nessa reta final para que a gente obtenha os resultados nessa reta final.

- Conversamos bastante para que isso possa ser mudado a partir de hoje. Espero que isso aconteça com os trabalhos porque vamos estar perto deles para que possamos observar o trabalho, acompanhando, dando aparato e segurança necessária. A partir de hoje, vai ou racha. A tendência é que melhore e que possa acontecer de verdade.

RESPONSABILIDADE
- Se eu como presidente não demonstrar essa confiança neles, aí é que a coisa vai estar perdida. Quero fazer com que eles acreditem em si. Estamos com a maioria deles cabisbaixo, triste e não sei por quê. Queria encontrar uma explicação para isso. Temos feito o que podemos porque não temos ajuda do município, estamos mantendo o time em atividade sem nenhuma ajuda da prefeitura. Diferente dos anos anteriores nós não temos um tostão de ajuda deles. Estamos há quatro finais de semana seguidos viajando para Teresina, cada viagem dessa custa R$ 7 mil, sem ter uma receita para bancar isso. Fico triste, mas vou fazer de tudo para conseguir a classificação.

DEMISSÕES
- Com relação ao Alex e Miltão não tinha outra atitude a não ser multar e colocar os dois para fora. Houve uma briga entre os dois e isso tem na nossa cartilha, quando os caras chegam às vias de fatos acho que não te como manter. Não posso ser imparcial, por melhores que sejam não podemos manter uma pessoa que tem esse pensamento no grupo. Se ganha campeonatos com homens, eu prefiro os que tão.

Fonte:  GloboEsporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing