20/03/2018

Expulso por xingar juiz, César revela afeto dos pais após 1º vermelho na carreira

Goleiro faz postagem reflexiva após vermelho direto na derrota para River-PI e levanta suspeitas de interferência da arbitragem no resultado do jogo. Na súmula, árbitro explica: "Agrediu verbalmente"

Goleiro do Parnahyba, César é expulso após xingamentos em jogo contra o River-PI

Foi por meio de postagens em uma rede social que César, goleiro do Parnahyba, desabafou mais uma vez sobre a expulsão na derrota do Tubarão por 1 a para o River-PI. Na primeira publicação feita poucas horas após o jogo, o camisa 1 ainda refletiu sobre a suposta interferência da arbitragem no resultado do jogo e, em seguida, revelou ter sido tranquilizado após uma conversa particular com os pais, que moram em São Paulo. Segundo o relato na súmula, César agrediu verbalmente o juiz Djalma Alves, que descreveu as supostas ofensas do jogador: "árbitro fraco, apita para os dois lados, vai tomar no teu c*, apita direito". O xingamento resultou no cartão vermelho direto, causando incredulidade no Parnahyba.


Velho não tem coisa melhor do q falar com meus pais,o quanto eles me apoiam,q falam q vai ficar tudo bem,q as coisas vão dar certo,isso me anima cada vez mais,já tomei muito puxão de orelha e eles não passam a mão na minha cabeça,mas me apoiam muito quando sabem q to mal

- Velho, não tem coisa melhor do que falar com meus pais. O quanto eles me apoiam. Falam que vai ficar tudo bem, que as coisas vão dar certo. Isso me anima cada vez mais. Tomei muito puxão de orelha, e eles não passam a mão na minha cabeça, mas me apoiam muito quando sabem que estou mal - revelou o jogador no Twitter.

Expulsão de César (Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com)

César foi expulso aos quatro minutos do segundo tempo, advertido com um vermelho direto. Após a expulsão, o goleiro explicou que estava apenas reclamando com sua equipe sobre um lance de Vitor Paiva, camisa 1 do River-PI. Segundo César, o goleiro tricolor havia cometido uma infração, que renderia um tiro livre indireto na área riverina e que o árbitro não viu.

''Quanto mais eu jogo futebol profissional,mais eu fico cm a certeza q as coisas não acontecem só dentro de campo,no 11x11''

Na súmula, o árbitro fez o seguinte relato:
- Expulsei aos quatro minutos do segundo tempo de jogo, com cartão vermelho direto, o senhor Cesar Augusto Tanaka Falavigna, atleta número 1 da equipe do Parnahyba, por me agredir verbalmente mencionando as seguintes ofensas: 'árbitro fraco, apita para os dois lados, vai tomar no teu c*, apita direito'. Após a expulsão, o atleta em questão ainda imprimiu resistência para sair do campo, se retirando alguns minutos depois.

Por conta da suspensão automática, o goleiro vai desfalcar a equipe no último duelo da fase de classificação do Piauiense. A partida contra o Altos, que está marcada para às 16h do dia 1º de abril, acontecerá no estádio Verdinho, no litoral do estado, e vai definir o futuro do Tubarão no estadual. O clube é atualmente quinto colocado na tabela com oito pontos, dois a menos que o 4 de Julho, quarto lugar.

César, goleiro Parnahyba (Foto: Stephanie Pacheco)
Expulsão César (Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com)

Fonte: Globoesporte.com, Piauí




Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing