28/07/2017

Presidente polemiza possível mudança de jogo com o CSA: “Podem contar com o WO”

Dirigente do Parnahyba, Batista Filho condena antecipação de confronto de ida divulgada por dirigente do Azulão e pede compreensão: “A CBF precisa ter o mesmo respeito” 

 
Presidente do Parnahyba condena pedido de antecipação de jogo feito pelo CSA (Foto: Wenner Tito ) 

A briga pela classificação à fase de grupos da Copa do Nordeste 2018 entre Parnahyba e CSA esquentou bem antes da bola rolar. Logo após Marcelo de Jesus, gerente de futebol do clube alagoano, divulgar que recebeu sinal verde da CBF para antecipação do confronto de ida da fase preliminar para o dia 8 de agosto, o presidente do Tubarão verbalizou a insatisfação. De acordo com o mandatário piauiense, o Azulino pode não entrar em campo caso seja confirmada a mudança. A Confederação Brasileira de Futebol não oficializou qualquer alteração de data. 

- O Parnahyba não entra em campo. A CBF precisa ter o mesmo respeito ao Parnahyba e à FFP da mesma forma que os demais. O Parnahyba pediu o adiamento, e a CBF respondeu no mesmo dia dizendo que não podia fazer a mudança por causa da transmissão da TV. Se for antecipado como disseram, podem contar com o WO – garantiu de forma exaltada o dirigente do Piauí. 

Vice-campeão estadual, o Parnahyba ganhou o direito de disputar a Copa do Nordeste, mas deve encarar ainda uma fase preliminar com outros oito clubes. O chaveamento colocou o CSA na rota do Tubarão, e os confrontos estipulados pela CBF acabaram ficando para os dias 16 (ida) e 23 (volta) de agosto. 

 
Batista Filho Parnahyba (Foto: Wenner Tito ) 

O impasse começou após o fim da campanha do Parnahyba na Série D. A limitação financeira do clube forçou os dirigentes piauienses a solicitarem à CBF o adiamento do pré-Nordestão para dezembro, mês em que deve ocorrer a apresentação do elenco de 2018. O pedido foi negado. 

 
CBF recusa pedido de mudança de data feito pela FFP (Foto: GloboEsporte.com) 

A antecipação pedida pelo CSA foi feita alegando melhor logística do Azulão, que também disputa a Série C. O cronograma previsto pelos alagoanos é que o time jogue contra o Moto Club, dia 5, em São Luís, e, logo em seguida, desembarque no Piauí para encarar o Tubarão, no dia 8, no litoral do estado. 

- Ficou melhor porque, de São Luís, já vamos direto para Parnahyba. Economizamos uma volta para Maceió, para não desgastar, e, de lá, já seguimos para o pré-Nordestão. O Remo é no dia 12, no sábado, que era uma segunda-feira, e acredito que a (volta) contra o Parnahyba seja no dia 16 - declarou Marcelo de Jesus, dirigente do Azulão. 

 
Marcelo de Jesus, gerente de futebol do CSA (Foto: Augusto Oliveira/GloboEsporte.com) 

Contrário ao proposto pelo clube adversário, o presidente do Parnahyba garantiu ter informado à Federação de Futebol do Piauí (FFP) sobre a possibilidade de não disputar a fase preliminar da competição regional. 

- Primeiro que eu não tenho time pra jogar. O Parnahyba só aceita se for em comum acordo e não aceita jogar dia 8. Por que a gente tem que aceitar? Não apresentei nem meu time ainda? Eu falei com o Cesarino (Oliveira, presidente da FFP), e ele foi informado que não vamos entrar em campo caso seja mantido. O que eu recebi da FFP é que tem um solicitação do CSA na CBF, mas oficialmente não tem nada oficial – finalizou o dirigente do Tubarão. 

 
Parnahyba x CSA: vencedor será um dos quatro classificados para a fase de grupos do Nordestão 
(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Fonte: GloboEsporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta