19/05/2022

Perícia Forense identifica homem que matou policiais da PRF em Fortaleza

A identificação foi feita por meio de exame de necropapiloscopia, técnica utilizada pela Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas


Perícia Forense identifica homem que matou PRFs em Fortaleza - Foto: Reprodução

O homem que matou dois policiais rodoviários federais (PRFs) em Fortaleza foi identificado pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) como Antônio Wagner Quirino da Silva. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ele tinha 31 anos e não possui antecedentes criminais.

Wagner foi morto por um policial de folga que passava pelo local.

Ele foi visto perambulando pela rodovia BR-116 antes do crime. Na manhã desta quarta-feira (18), ele foi abordado pelos PRFs e acabou entrando em luta corporal com eles, tomando uma arma e efetuando disparos.

A identificação foi feita por meio de exame de necropapiloscopia, técnica utilizada pela Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas (CIHPB) da Pefoce.

Velório e enterro dos policiais
O velório iniciará por volta das 19h, os corpos ainda estão sendo levados das funerárias para a Superintendência da PRF no Ceará. Os enterros acontecerão amanhã, mas ainda não há horários definidos. A imprensa será recebida na parte externa da Superintendência, onde serão concedidas entrevistas para as equipes interessadas.

Perícia Forense identifica homem que matou policiais da PRF em Fortaleza

O crime

Os dois agentes estavam no local atendendo a uma ocorrência de trânsito em virtude de um acidente que deixou o tráfego lento. Segundo informações preliminares, em uma abordagem ao suspeito, que estava andando em meio aos veículos, eles tiveram a arma roubada e foram assassinados.

Conforme o PRF Márcio Moura ao Diário do Nordeste, o criminoso foi baleado por um terceiro policial à paisana que trafegava pelo local no momento do ocorrido. O suspeito não resistiu aos ferimentos.

Há pelo menos uma segunda pessoa que atuou no crime e está sendo procurada, segundo o policial Márcio Moura. "Eles foram atacados por dois membros que tomaram as armas deles. Teve luta corporal, e um elemento também foi alvejado. Vamos encontrar também esse segundo elemento", disse.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing