21/01/2021

PI: homem é preso acusado de abrigar assaltantes de banco

R.P.O é o terceiro suspeito preso durante a investigação do assalto.

Banco do Brasil de Miguel Alves ficou totalmente destruído após o assalto (Reprodução)

A Polícia Civil de União realizou nesta quarta-feira (20), a prisão de mais um suspeito de participação no assalto ao Banco do Brasil de Miguel Alves, ocorrido no dia 04 de outubro de 2020. O mandado foi cumprido contra um homem identificado apenas pelas iniciais R.P.O, no Bairro São Pedro, em União.

O mandado expedido pela Justiça aponta que o preso deu abrigo aos assaltantes na zona rural de União, onde tem uma propriedade, próximo à localidade São Romão, onde um dos assaltantes foi morto em confronto com a polícia em outubro do ano passado. R.P.O é o terceiro suspeito preso durante a investigação do assalto. 

Entenda o caso
Criminosos fortemente armados explodiram a agência do Banco do Brasil na no município de Miguel Alves, região norte do Piauí, na madrugada do dia 04 de outubro de 2020. A Polícia Militar foi acionada por volta das 3h15, para atender a ocorrência, ao chegar no local a guarnição foi surpreendida por disparos de arma de fogo, então iniciaram o confronto com os criminosos, que estavam armados com metralhadoras, fuzis e outras armas. 

De acordo a PM, cerca de 10 criminosos participaram da ação, fizeram populares que estavam em um bar próximo a agência bancária reféns e os obrigaram a fazer um escudo humano enquanto explodiram o cofre. Após o assalto a quadrilha empreendeu fuga e levou cinco reféns e os liberaram na saída da cidade. Dois veículos, provavelmente utilizados na fuga, foram encontrados queimados no povoado Estrela e na barragem sentido José de Freitas. 

Ainda no ano passado, a Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí realizou um cerco na região para realizar mais prisões. No dia 27 de outubro, uma pessoa suspeita de ligação com os assaltantes do banco foi presa após uma perseguição policial no município de José de Freitas, após roubar um veículo em Miguel Alves e fugir com a vítima como refém. Durante a perseguição um ciclista foi atropelado e morreu. Já em 07 de dezembro de 2020, foi cumprida a prisão cautelar de J. A. N. P., conhecido como Cabeção, outro envolvido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing