12/05/2020

PI: Mãe e filha têm alta de hospital depois de tratamento contra Covid-19

Antônia Moura, de 49 anos, contou que estava em isolamento social e foi contaminada quando teve que sair devido a uma necessidade. Depois ela contaminou a mãe, Isabel Moura, de 78 anos.

Hospital do Monte Castelo, na Zona Sul de Teresina — Foto: Divulgação/MP-PI

Isabel Moura, de 78 anos, e Antônia Rosimeire Moura, de 49 anos, tiveram alta nesta segunda-feira (11) do Hospital do Monte Castelo, na Zona Sul de Teresina, depois de terem recebido tratamento contra a Covid-19. Mãe e filha passaram seis dias internadas na unidade de saúde após apresentarem quadro de síndrome gripal, com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

As duas procuraram atendimento no Hospital da Primavera e, posteriormente, foram transferidas para internação no Hospital do Monte Castelo, que é a referência na saúde municipal para tratamento da Covid-19.

“Durante a internação, a gente confirmou o diagnóstico das duas, então demos início ao protocolo de tratamento do hospital e as duas tiveram êxito”, informou a médica Giovana Paulo, responsável pelo atendimento das pacientes.

Antônia Moura relatou que estava em isolamento, saindo apenas em casos de necessidade, e mesmo assim foi contaminada e contaminou a mãe.

“Fiquei muito preocupada, pois tudo o que eu não queria era que ela pegasse. Fico emocionada, sabendo que é uma doença grave, mas que estamos nos recuperando. Agora estou preocupada com meus filhos”, disse.

Após a alta, as pacientes vão continuar o tratamento em casa e ficar em isolamento por 14 dias. “Nós orientamos que o paciente fique em um cômodo à parte da casa; se possível, com banheiro exclusivo para ele, e utensílios pessoais também exclusivos para a pessoa com a Covid-19”, explicou a infectologista Maria Dolores.

Antônia Moura deixou o hospital recomendando o isolamento social como forma de prevenção à Covid-19. “As pessoas não acreditam, só acreditam quando passam por isso. Tenham cuidado, mantenham o isolamento, e mantenham os cuidados. Tem que entender o que realmente está acontecendo, é muito difícil”, declarou.

“Tive sorte que ainda havia vaga (na rede de saúde). O isolamento é um dos maiores cuidados, mas tem muita gente que não obedece. O recado que deixo é que as pessoas entendam que é sério, que colaborem e fiquem em casa para cuidar da sua vida e da do outro”, disse Antônia.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), até a noite desse domingo (10), Teresina registrou 786 casos confirmados do novo coronavírus, sendo o município do Piauí com o maior número de casos. Em todo o estado, foram contabilizados 1.332 casos da Covid-19 e 45 óbitos da doença.

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing