12/04/2019

Governo digitaliza serviços e adota medidas para modernizar a administração pública

Digitalização de 27 serviços, ouvidoria unificada em hospitais e ações para melhorar ambiente de negócios estão entre os destaques



A nova gestão do governo federal já digitalizou 27 serviços dos 400 previstos para este ano. Com as mudanças, os brasileiros já podem emitir via internet o certificado internacional de vacinação e a autorização para importação de produtos de origem animal, por exemplo. A meta é transformar o Brasil em uma nação digital para facilitar a vida da população. 

O governo também criou a Ação Integrada nos Hospitais Federais do Rio de Janeiro, com o objetivo de identificar as principais necessidades de cada hospital, otimizar os serviços ofertados e qualificar a assistência prestada aos cidadãos. 

A iniciativa conta com a participação de profissionais de hospitais de excelência, como Sírio-Libanês (SP), Albert Einstein (SP), Alemão Oswaldo Cruz (SP), Hospital do Coração (SP) e Moinhos de Vento (RS). Após a fase de testes e aprimoramento, o modelo de governança será aplicado em outras unidades do sistema público de saúde. 

Um dos resultados iniciais da ação integrada foi a criação da ouvidoria unificada dos seis hospitais federais do Rio de Janeiro (Ipanema, Lagoa, Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes e Servidores do Estado). Agora, é possível enviar denúncias, solicitações, sugestões e elogios ao Ministério da Saúde. 

Também já foi apresentado o projeto de centralização das compras de produtos e serviços para a administração pública federal, que representará uma economia de R$ 60 milhões para os cofres públicos. 

Melhoria do ambiente de negócios 
Além disso, a equipe do governo federal criou uma série de ações para elevar a colocação do Brasil na lista de ambiente de negócios do Banco Mundial. Atualmente, o Brasil ocupa a 109ª posição do ranking. 

Conheça as medidas já adotadas: 
  1. Criação dos Grupos Temáticos de Trabalho para otimização dos 10 itens avaliados pelo Banco Mundial;
  2. Alinhamento com representantes do banco para análise e aproveitamento de oportunidades no curto e médio prazos;
  3. Mobilização e esclarecimento contínuo às equipes do banco, com demonstração dos ajustes já feitos no Rio de Janeiro e em São Paulo;
  4. Inclusão do tema na Marcha dos Prefeitos, para conscientização sobre a importância do tema e incentivo à adoção de melhores práticas pelas demais instituições.
100 dias de governo 
Após o início da nova gestão, foram estabelecidas 35 metas prioritárias para os 100 primeiros dias de governo. As medidas trazem impactos significativos em áreas como saúde, educação, meio ambiente, segurança e combate à corrupção.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing