29/11/2018

Ex-mulher de Dr. Pessoa reage, diz foi usada e que vai acioná-lo judicialmente



Maria Auricélia de Sousa, 38 anos, se diz surpreendida. Na manhã desta quinta-feira (29) foi informada que está proibida - judicialmente - de manter contato com o deputado estadual, Dr. Pessoa (Solidariedade), seu ex-companheiro. 

Dr. Pessoa procurou a Polícia e denunciou que está sofrendo violência física e psicológica por parte da sua ex-mulher. Chegou ao ponto de solicitar medida protetiva. O juiz autorizou. Maria Auricélia nega as acusações.

Ela contou ao Cidadeverde.com que tem um relacionamento com Dr. Pessoa há 10 anos. Cerca de dois anos não tem qualquer relacionamento sexual, mesmo convivendo na mesma residência, no bairro Lourival Parente, zona Sul de Teresina.


Maria Auricélia, que é odontóloga, confirmou ainda que está grávida de sete meses e assim que tomou conhecimento da gestação contou para Dr. Pessoa.

"Ele aceitou sem problema. Pediu para não revelar durante a campanha, pois estava com a cabeça voltada para eleição. Não tivemos nenhum problema de desentendimento", ressaltou a adontóloga.

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing