22/11/2018

Cantora e compositora piauiense lança álbum em Brasília

O primeiro disco da Haynna e Os Verdes fala sobre emoções humanas



Emoções humanas são a fonte de inspiração principal do primeiro disco da banda brasiliense com um pé no Piauí, Haynna e Os Verdes. O álbum passa por sentimentos particulares, conflitos pessoais, amores empoderados e às vezes resilientes. Nascido em 2013, o grupo apresenta o álbum pela primeira vez no dia 23 de novembro, a partir das 20h, no Sallon Red Rock, casa em Samambaia Norte (QI 16, Conj. 2, Lote 1). A entrada é gratuita. No mesmo dia, também se apresentam os artistas Dillo, mostrando seu recente lançamento, o disco Guitarráfrika e a rapperLídia Dallet. O show de lançamento integra o projeto Blues, and rock, on jazz, idealizado pela Haynna e Os Verdes e busca valorizar a música autoral do Distrito Federal.

O primeiro disco homônimo do Haynna e os Verdes apresenta canções como “No Canto”, que flerta com o blues, “Retrato Falado”, que tem um pé no brega, suga um pouco do suco da psicodelia do grupo Led Zepellin em “Mistério” e músicas que dão uma boa ideia do que é a mistura de ritmos que a banda escolheu para ser sua marca.

“Nossas influências são inúmeras e diversificadas. Passam também pela Jovem Guarda, o blues brasileiro de Cazuza, Tim Maia, Sandra de Sá, Elza Soares, Elis Regina, Rita Lee, Cássia Eller, Erasmo Carlos, Johnny Hooker, O Terno, Letrux, Ava Rocha. Muita brasilidade, mas também Sister Rosetta Tharpe, Rolling Stones, Jimmy Hendrix, Robert Johnson. Diversidade de pessoas, gêneros, naturalidades, fazendo um som, com uma gama de influências”, comenta a vocalista, Haynna.

O trabalho passeia pelas emoções humanas, mas trata também de resistência, catarse e superação explorando sempre um olhar feminino. Em “Mistério”, por exemplo, a artista canta sobre uma união de duas pessoas em que o feminismo e a igualdade de papeis gritam juntos: “Faça a sua parte/ Eu já tenho a minha parte/ Sou completa e venho para somar”. Já na letra de “Você” grita a plenos pulmões o sentimento que impregna:“Por mais que eu corra, que eu morra, que eu tente mentir/ O seu amor ficou colado em mim”.

“As músicas contam histórias. Tratam dessas relações. Algumas que não deram certo, tem um romantismo brega brasileiro, com tom melancólico nas canções, mas também tratam com lucidez dessa capacidade que temos de algumas vezes sofrer por amor, pela existência e transcender, como por exemplo em ‘Pão de Lú/Insônia’. Essa abordagem busca o alinhamento com as canções sentimentais populares, que tratam das desilusões amorosas, confissões e tormentas mesmo e dessa capacidade de sucumbir e de se reerguer”, explica Haynna.

Nas parcerias há também diversidade, mas antes é preciso explicar que Haynna é uma piauiense radicada em Brasília, que deixou seu estado anos atrás para se mudar para a capital federal por convite de seu ex-companheiro, o compositor Carlão Rocha. Por mais que não estejam juntos, os dois cultivam uma boa relação, a ponto de terem parcerias neste álbum, como é o caso de “Retrato Falado”, primeiro single lançado pela banda.

A cantora e compositora piauiense recebeu recentemente o Prêmio Equidade de Gêneros, da Secretaria de Cultura do Distrito Federal (Secult/DF), por ter prestado relevante contribuição ao desenvolvimento artístico e cultural do DF. Além da consagração, o valor do prêmio possibilitou a gravação do disco.

Haynna e Os Verdes também tem parcerias com cantor e compositor de Parnaíba (PI), Teófilo Lima, grande ícone em seu estado de origem, responsável por "No Canto" e "Beijos e Cacos"; o compositor brasiliense Lucas Soledade é responsável por "Pão de Lú/Insônia" e as outras canções são de autoria de Haynna e o companheiro de banda Betinho Matuszewski.

O trabalho foi produzido por Alan Pinho (Refinaria Estúdios) e co-produzido por Haynna e Betinho Matuszewski.

Haynna e o Verdes é formada por Haynna Jacyara Mendes (vocal), Daniela Vieira (teclado), Betinho Matuszewski (guitarra), Rian Sodré (baixista) e Jhonata Morais (baterista). Um formato enxuto de uma boa banda de rock.

Mais sobre Haynna e os Verdes
Formada em 2013 após o encontro de Haynna Jacyra e Betinho Matuszewski, o grupo Haynna e os Verdes é uma mistura de rock, blues, brega e brasilidades. O grupo de Samambaia vem tocando pelas noites do Distrito Federal e mostra seu primeiro disco em 2018. Das canções já conhecidas pelo público estão as músicas “Love Song” e “Retrato Falado”. Esses dois singles foram selecionados entre as 50 músicas do consagrado Festival da Nacional FM. Em 2017, o grupo gravou um registro audiovisual “Haynna e os Verdes – Ao Vivo no Teatro da Praça”, previsto para sair em breve. O show inédito teve produção musical de Haynna e Betinho.



Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing