01/10/2018

Cesarino condena acusações de rival acerca de suposta influência sobre comissão: “Coisa imunda”

Atual presidente da FFP critica Augusto César Chabloz por queixas de possível interferência em decisões de Alexandre Veloso. Segundo pré-candidato de oposição, há “parcialidade” em processo eleitoral

Cesarino Oliveira, presidente da FFP — Foto: Wenner Tito

As declarações de Augusto César Chabloz, pré-candidato à presidência da Federação de Futebol do Piauí (FFP), foram mal digeridas por Cesarino Oliveira, atual presidente da casa. O dirigente, que busca a reeleição até 2022, criticou duramente o rival político após o pedido de impugnação da Comissão Eleitoral presidida por Alexandre Veloso. Segundo Chabloz, há indícios de suposta imparcialidade na tomada de decisões no processo eleitoral. Cesarino condenou a atitude do adversário.

- É mentira (ter influência sobre o presidente da Comissão Eleitoral). Tu acha que um advogado vai ser indicado pela OAB para ficar a mercê de mim? Por favor! Eu vou atrás de um advogado, professor universitário, extremamente sério, para ficar dependente de mim? Eu não me sujeitaria a isso e respeito as pessoas. Isso é provocação, coisa imunda. De forma nenhuma eu iria me propor a isso – declarou Cesarino Oliveira, líder da chapa “Consolidação e trabalho”.

Vice-presidente de Interesses jurídicos do River-PI, Chabloz protocolou o pedido de inscrição de chapa na sexta-feira e ingressou, no mesmo dia, com um pedido de afastamento da Comissão Eleitoral. O dirigente tricolor alegou que a comissão é “fictícia”, “parcial” e “só responde algo requerido sob orientação do Cesarino (Oliveira, presidente da federação e pré-candidato à reeleição)”.


Após pedido de candidatura, Chabloz solicita afastamento de presidente da comissão 
eleitoral — Foto: Arquivo pessoal

- Vou falar com o doutor Alexandre para esclarecer isso em entrevista à imprensa. O presidente vai ter que se posicionar, é um advogado respeitado. (A FFP) É uma entidade privada, são poucos sócios. Se você tiver apoio desses filiados, consegue se eleger. Agora ficar nesse situação de querer ligar para as pessoas... Eu moro no Piauí, nasci aqui, fui atleta, dirigente, conheço as pessoas. Esse Augusto nunca foi a um jogo de futebol e, de repente, aparece como o salvador da pátria. O estatuto é claro e não fui eu que o fiz. Agora querer entrar no céu à força é outro departamento. Esse tipo de contribuição... As pessoas têm que ter noção – completou Oliveira.

Eleição da FFP está marcada para o dia 5 de outubro — Foto: Emanuele Madeira/GloboEsporte.com

Com o fim do prazo de inscrições de chapas para as eleições da FFP, Alexandre Veloso solicitou aos pré-candidatos de oposição Augusto César Chabloz e José Filho que melhor identificassem os membros integrantes de seus respectivos grupos políticos. Ambos têm até segunda-feira para atenderem à solicitação. Após esse envio, a Comissão Eleitoral homologará as chapas aptas a disputarem as eleições presidenciais da casa.

De acordo com o estatuto da FFP, a eleição para presidente deve acontecer no último trimestre do último ano de mandato. O próximo pleito está marcado para o dia 5 de outubro, na sede da federação, em Teresina. O mandato vai de 2019 a 2022.

ELEIÇÃO NA FFP - PEDIDOS DE INSCRIÇÕES DE CHAPAS

"Consolidação e trabalho”, que tem à frente Cesarino Oliveira;
"Unidos pelo futebol piauiense", do advogado Augusto César Chabloz;
“O futebol do Piauí terá valor”, de José Filho, presidente do Princesa do Sul.

Fonte: GloboEsporte.com Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing