13/11/2017

EXEMPLO: Diante da crise, prefeito de Luzilândia reduz próprio salário, da vice e de secretários


Em Luzilândia, cidade a 240 km ao norte de Teresina, o prefeito Ronaldo Gomes reunido com a sua equipe de governo composta pela vice-prefeita e secretários decidiu reduzir os salários dos mesmos à partir do próprio, em aproximadamente 15% do ordenado.

Considerando a crise pela qual passa o país, o estado e principalmente o município de Luzilândia em suas receitas. O prefeito Ronaldo Gomes, considera também a decisão para a contenção de despesas até que a estabilidade das contas públicas sejam recuperadas, evitando um caos como a falta de manutenção dos salários do funcionalismo em dia. A decisão do prefeito alcançará todos os órgãos, apesar de não especificar valor.

O prefeito Ronaldo Gomes conclui, em sua medida, que visa a busca de um equilíbrio financeiro onde todas as concessões, como diárias, participações em cursos deverão ser autorizadas de forma antecipadas por ele.

A natureza da decisão do prefeito Ronaldo Gomes deixa bem claro a sua preocupação quanto aos deveres do município de Luzilândia, e a conformidade com a lei de responsabilidade fiscal no que diz respeito as contas do mesmo município do qual é gestor.

A medida tomada pelo prefeito tem o apoio de toda a sua equipe de governo que segue unida e entrará em vigor à partir de sua publicação.

Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta