02/05/2018

Polícia prende dois em shopping do Piauí em operação contra estelionato

Segundo a polícia, dupla usava documentos falsos em nome de outras pessoas para comprar veículos. Uma das vítimas soube e avisou a polícia.

Prisão aconteceu dentro de shopping e carro foi apreendido. (Foto: Rômulo Maia/Arquivo pessoal)

Duas pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (2), na Operação Estela, dentro de um shopping da Zona Leste de Teresina. Eles são suspeitos de estelionato em um esquema de compra e venda de veículos com uso de documentos falsos. Uma vítima alertou a polícia, que fez a prisão. Um veículo foi apreendido.


A prisão foi feita pela Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI). O chefe da Força Tarefa, capitão Audivan Nunes, informou que os dois homens tentaram comprar um carro com uso de documentos falsos, se passando por outra pessoa. Eles foram localizados dentro do shopping.

O delegado Emir Maia, gerente de polícia do interior, contou que havia outro homem com os dois. Ele fugiu deixando um veículo, apreendido pela polícia. O grupo, segundo ele, falsificava documentos usando fotos dos integrantes, mas com informações de pessoas que sequer conheciam os criminosos. O objetivo era ter créditos e financiamentos aprovados nos nomes de outras pessoas, que ficariam com as dívidas. Em seguida, eles vendiam os veículos e ficavam com o dinheiro.

"Esse homem que fugiu facilitaria empréstimos dentro de um banco e conseguiu fugir. O carro que ele deixou nós ainda vamos ver se é roubado, tem placa clonada ou se também foi comprado dessa forma ilegal. O veículo que eles tentaram comprar no nome dessa vítima tinha valor de R$ 27,5 mil", disse o delegado.

Central de Flagrantes de Teresina (Foto: Catarina Costa/G1)

A vítima, que não quis se identificar, foi avisada por um amigo que trabalha em uma concessionária. "Um amigo meu que faz transações em uma concessionária desconfiou dos documentos usados por eles, reconheceu meu nome. Ele me perguntou se eu estava comprando algum carro, que tinha um crédito para ser aprovado. Foi coisa de Deus, entre tantos vendedores ter caído logo em um amigo meu que reconheceu meus dados e me alertou", informou.

O acompanhamento aos suspeitos aconteceu depois que a vítima registrou boletim de ocorrência na segunda-feira (30) e os dois vão responder pelo crime de estelionato. A polícia ainda não sabe se eles atuavam havia muito tempo no esquema. Eles foram presos e um veículo foi revistado.

Os dois suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes. A Operação Estela, segundo o delegado Emir Maia, faz referência ao crime de estelionato, cometido pelos suspeitos.

Segundo informações do shopping, o estabelecimento não foi informado pela polícia os dois homens estavam sendo acompanhados. Os suspeitos estavam na praça de alimentação e eram seguidos pela equipe policial, que resolveu fazer a abordagem no local.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google