05/04/2018

Motorista envolvido em colisão entre carros de luxo nega participação em racha

Único sobrevivente do choque na BR-343 prestou depoimento na Delegacia Geral. Duas pessoas morreram e dois carros explodiram.

Veículo de luxo ficou completamente destruído após colisão entre Campo Maior e Altos. (Foto: Divulgação/ PRF)

O único sobrevivente da colisão entre dois carros de luxo na BR-343, João Neto, prestou depoimento nessa terça-feira (3) na Delegacia Geral, em Teresina. Ao G1, o delegado Carlos André revelou que o motorista do New Beetle negou participar de um racha e contou detalhes do acidente que deixou duas pessoas mortas.


"Ele alegou que o motorista da BMW bateu na traseira dele e por isso perdeu o controle do veículo. O condutor negou participar de racha e falou não saber a velocidade em que estava", informou o delegado.

Segundo o delegado, todos os envolvidos no acidente eram parceiros e, conforme o depoimento do motorista, estavam a caminho de um passeio em Campo Maior. A polícia analisa vídeos das câmeras de segurançapara identificar as placas de outros carros que suspostamente também estariam participando do racha.

"Ainda vamos ouvir mais testemunhas, entre elas as pessoas que estavam na foto compartilhada em redes sociais, horas antes do acidente. Também aguardamos o laudo da perícia para ter mais detalhes da dinâmica da colisão, que resultou na explosão dos dois carros", acrescentou o delegado.

Painel do BMW travou na marca de 220 km/h. (Foto: Divulgação/ PRF)

Alta velocidade
Imagens cedidas pela Polícia Rodoviária Federal mostram que os ponteiros dos veículos travaram em velocidades muito altas, de mais de 200km/h. A PRF ainda apura se a velocidade é de fato aquela com a qual trafegavam no momento em que colidiram na BR-343, entre Altos e Campo Maior.

Fonte:  G1/PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google