11/04/2018

Governo enviará 150 homens da PM para região da barragem e interdita PI-113



O governo do estado vai enviar 150 homens da Polícia Militar para auxiliar nos trabalhos da Defesa Civil na região de José de Freitas. A situação é de alerta máximo por conta da ameaça de rompimento da barragem do Bezerro e dos alagamentos causados pela cheia dos rios Marataoan e Longá nas cidades de Barras, Esperantina e Batalha. Uma reunião na tarde desta terça-feira (10) entre a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e DER definiu novas estratégias de enfrentamento aos problemas, que envolve também as estradas, como a PI-113, que já foi interditada por conta das águas.


“A reunião foi de nivelamento. A crise não está só em José de Freitas. Em Barras está grave, Cabeceiras está grave, Esperantina, Luzilândia, Joca Marques, Madeiro e a área urbana de Batalha. Foi uma reunião para fazer um balanço e traçar a logística de transporte das pessoas. Vamos enviar 150 homens da Polícia Militar hoje. Estamos recebendo o reforço de mais um helicóptero, do estado do Ceará”, disse a vice-governadora Margarete Coelho, que participou da reunião.

O diretor-geral do DER, Castro Neto, informou que uma equipe do órgão já se deslocou para a PI-113 com o objetivo de avaliar possíveis danos na estrada, principalmente nas proximidades do rodoanel de José de Freitas. O transbordamento de um outro açude na região alagou um trecho da rodovia.

“Tem uma lâmina de água no rodoanel que vai pra Barras e Cabeceiras e nossa equipe já se deslocou para o local. As primeiras informações são de que não existe nada grave na PI-113, mas temporariamente está interditada pela Defesa Civil e Polícia Militar”, ressaltou.

De acordo com o diretor, quem estiver se deslocando para Barras ou Cabeceiras deve pegar um desvio pela cidade de Campo Maior.

Segundo Geraldo Magela, diretor do Idepi, á agua que passa por cima da PI-113 não é da barragem do Bezerro. "Fica acima da barragem", explica. 

Ainda de acordo com o órgão, o rebaixamento do sangradouro da barragem já reduziu o nível de água em 23 centímetros nas últimas 24 horas. "A situação é estável", garante.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google