29/03/2018

Segurança baleado na cabeça durante invasão segue em estado grave no HUT

José Servalo Gomes Silva, 31 anos, está internado no Hospital de Urgência de Teresina e passa por avaliação médica de três em três horas para verificar a necessidade de procedimento cirúrgico.

Segurança segue internado no Hospital de Urgência de Teresina (Foto: Fernando Brito/G1)

O segurança José Servalo Gomes Silva, 31 anos, segue em estado grave no Hospital de Urgência de Teresina após ter sido baleado na cabeça durante uma invasão na 21ª Gerência Regional de Educação(GRE), localizada na Zona Sudeste da capital. De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, a equipe médica faz avaliação do estado dele a cada três horas para verificar se será necessária a realização de cirurgia.


A Procissão do Fogaréu é uma tradição católica secular no Brasil. Em Parnaíba a também se tornou tradicional e é realizada anualmente, no início da noite da quinta-feira santa.

A assessoria do HUT informou que o tiro atingiu José Silva na mandíbula e a munição se instalou no pescoço o outro disparo feriu ele no abdômen e a bala transfixou

O estado de saúde dele é grave, porém estável. Ele foi submetido a alguns exames e passa por avaliação da equipe médica a cada três horas. Por enquanto, ainda não foi considerado caso cirúrgico.

Tiros foram ouvidos por funcionários dentro de suas salas na 21ª GRE (Foto: Divulgação/PM)

A polícia ainda não tem informações sobre como o crime aconteceu. Uma funcionária do local, que preferiu não ser identificada, relatou ao G1 que tudo aconteceu muito rápido.

“Não sabemos dizer se foi assalto ou outra coisa, porque todo mundo estava em seus setores. Ouvimos dois tiros e todos que presenciaram foram para o hospital ou com a polícia”, disse.

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) informou que acompanha o caso e que cobrará das autoridades policiais, responsáveis pela segurança dos cidadãos, providências no sentido de imediata apuração do fato lastimável.

A Seduc afirmou que a Companhia Independente de Policiamento Escolar (Cipe) colocará uma guarnição permanente na GRE, enquanto durarem as investigações.

Fonte: G1/PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google