13/03/2018

Presidente isenta arbitragem de erros na rodada: "Não estamos aqui para agradar"

José Steifel, presidente da comissão estadual de arbitragem do Piauí, afirma que após assistir a lances polêmicos do Rivengo e Piauí x Parnahyba não punirá árbitros: "Jogadas foram incontestáveis"

Jogadores e comissão do Parnahyba cercam o árbitro, que expulsa três; PM entra em campo

A oitava rodada do Campeonato Piauiense mesmo sem ter sido finalizada tem como protagonistas lances polêmicos envolvendo a arbitragem.Diante das críticas de dirigentes e jogadores às atuações de Diego da Silva, que apitou o empate em 2 a 2 entre Piauí e Parnahyba, e Antônio Did de Morais, árbitro na vitória do River sobre o Flamengo, a Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol do Piauí (Ceaf-PI) reagiu. O presidente da entidade, José Steifel, destacou que não houve erros nas condutas e decisões nas respectivas partidas. O dirigente disse que as "jogadas foram incontestáveis" e negou interferência da arbitragem nos resultados.


- Eu acompanho todos os jogos, desde o sub-15 até o profissional. Nossa arbitragem está se saindo muito bem, quem quiser comprovar tem as imagens dos lances para justificar o que eu digo. São jogadas incontestáveis. Os problemas que tivemos, foi com os atletas e outros membros dos times insatisfeitos com a marcação, mas não estamos aqui para agradar, e sim para realizar o nosso trabalho - afirmou José Steifel.

José Steifel, presidente da Ceaf (Foto: Wenner Tito)

O dirigente ainda completou afirmando que os clubes culparama injustamente as arbitragens das partidas.

- E quanto às brigas, ele tem que relatar tudo mesmo na súmula. Reclamam dos lances, que podem supostamente prejudicar os times, mas não tomam conta das jogadas perdidas, aí a culpa cai para nós - completou o presidente.

Na partida do último sábado entre Piauí e Parnahyba, mesmo após o término da partida, o árbitro Diego da Silva Castro mostrou o amarelo para Miltão e Ítalo, ambos do Parnahyba. Logo após, expulsou três atletas do Tubarão (zagueiro Alex, o lateral-esquerdo Ramon e o atacante Ítalo, que tinha amarelo, mas, foi expulso de forma direta). Além dos cartões, foram relatados xingamentos e ameaças deferidas por parte de integrantes da equipe do Litoral. A confusão deu-se por conta dos dois pênaltis marcados a favor do Piauí.

Confusão Piauí x Parnahyba (Foto: Wenner Tito/GloboEsporte.com)

No clássico Rivengo do último domingo, em relato na súmula, o árbitro Antonio Dib Moraes de Sousa afirmou que o presidente do Flamengo-PI, Everaldo Cunha, xingou o trio de arbitragem na saída para os vestiários. A ação de cobrança do dirigente aconteceu por conta da anulação do gol marcado por Gaúcho. Na jogada o árbitro da partida marcou falta de Gaúcho sobre Radar, dentro da pequena área do Tricolor.

Gaúcho fica na bronca com Antônio Dib (Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com)

A comissão de arbitragem não deve criar punições para os árbitros das partidas pelo fato de entender que, mesmo analisando novamente as imagens e as jogadas que criaram polêmicas, não achou motivos plausíveis para realizar o julgamento dos árbitros.

Fonte: GloboEsporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google