21/01/2018

Imagens mostram PMs deixando banco com R$ 300 mil que sumiram após assalto

Dois militares estão presos desde 20 de dezembro por não terem preservado o local do crime.

PMs suspeitos de envolvimento no sumiço de R$300 mil ainda não foram levados a justiça

Imagens de câmeras de segurança cedidas pela Polícia Civil mostram o momento em que os policiais militares Vanderlei Silva e Erasmo Furtado deixam o banco do Nordeste, alvo de assalto no dia 19 de dezembro, com duas caixas de dinheiro. Metade do valor que quase foi levado por assaltantes sumiu após a chegada da Polícia Militar e nunca foi recuperado. Os dois militares continuam presos por não terem preservado a cena do crime.


Segundo a Polícia Civil, o procedimento mais correto seria levar todo o valor apreendido imediatamente ao local onde a investigação aconteceria, a sede do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). O percurso seria de 15 minutos, mas os militares chegaram ao local cerca de 1h30 depois da retirada do valor do banco.

PMs deixaram o local do crime com o dinheiro (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

“Tinham que ter agido com cautela, por ser uma grande quantia, poderia ser solicitado apoio do banco para recolher o dinheiro, contar e ficar no banco. Seria uma opção. O fato de ter sido levado ao Greco era o que a medida legal previa, porém eles assumiram o risco por esse deslocamento”, disse o delegado responsável pelo caso, Gustavo Jung.

VEJA O VÍDEO AQUI

Segundo ele, o Greco recebeu o dinheiro somente após a contagem por parte do banco. No total, R$ 608 mil foram levados do banco e seriam roubados pelo grupo criminoso, mas R$ 310 mil não retornaram. Agora, a PM está responsável por apurar a atuação dos PMs no caso e o comandante da PM-PI, coronel Carlos Augusto Gomes informou que pediu mais prazo para a conclusão do inquérito.

Fonte: G1/Por PI TV 1ª Edição

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google