15/12/2017

Governo do Piauí vai iniciar processo de demissão de servidores em 90 dias


Foto: Wilson Filho

O governo do Estado vai iniciar o processo de demissão dos servidores que não realizaram o recadastramento em 90 dias. A documentação de quem não se regularizou será encaminhada à Procuradoria Geral do Estado (PGE) e os servidores vão responder por abandono de emprego.


"Dentro de 90 dias iremos encaminhar os processos para a PGE para ser dado o andamento do processo de demissão por abandono de emprego", declarou o secretário de Administração, Franzé Silva, em entrevista à TV Cidade Verde.


Em 2015, segundo Franzé, 7 mil servidores ficaram na mesma situação e hoje estão em processo de demissão, gerando uma economia de R$ 21 milhões aos cofres públicos.

A 2ª fase do recadastramento 2017 terminou em outubro e foi toda feita pela internet. Naquela ocasião 9.363 servidores perderam o prazo.

Agora, o governo vai passar a realizar o recadastramento do servidor a cada dois anos. A intenção do Executivo é evitar gastos desnecessários como o pagamento de pessoas já falecidas ou que residam em outras unidades da federação. 

"Iremos fazer isso agora de dois em dois anos. Não queremos voltar a pagar servidores falecidos ou que não morem aqui", disse o secretário.

Segundo ele, 3.700 servidores que não realizaram o recadastramento pela internet vão ficar sem salário no mês de dezembro. "Destes, 800 já procuraram à secretaria", finaliza Franzé.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google