10/11/2017

Para viabilizar acesso ao Piauiense, FFP pode criar Série B com até dois clubes

Federação de Futebol do Piauí estuda criar nova regra para realizar torneio local com quantidade de clubes abaixo do exigido pela CBF para eventos nacionais. Nova Segundona deve acontecer em 2018 

 
FFP estuda criar possibilidade legal de Série B com menos de quatro clubes inscritos (Foto: Wenner Tito) 

A nova estratégia da FFP foi externada pelo presidente Cesarino Oliveira um dia depois do arbitral que definiu o modelo de disputa do Piauiense 2018. O torneio estadual da próxima temporada não terá descenso, mas, de acordo com o dirigente, uma Série B com possivelmente dois clubes pode ser legalmente viável para acrescentar um time na elite em 2019. 

- A FFP vai baixar uma portaria ainda este ano para valer em 2018. É do foro íntimo da FFP essa decisão. Agora só não pode desmanchar aquilo que estava escrito. Para competições da CBF a exigência é de quatro clubes, mas a partir de agora vamos ter critérios diferentes. Isso já acontece com o Maranhão e Acre. Não há ilegalidade – enfatizou Cesarino Oliveira. 

 
Divisão de acesso ano que vem vai permitir retorno à elite em 2019 (Foto: Wenner Tito ) 

Reativada em 2003 e paralisada entre 2008 e 2014, a Segundona do Piauiense permitiu a clubes do estado reascenderem à elite por meio de um torneio promovido e reconhecido pela FFP. Ao todo, quatro clubes se beneficiaram recentemente deste atalho à primeira divisão: Altos e Picos, em 2015, e 4 de Julho e Comercial-PI, em 2016. 

- A Série B este ano não pode ser realizada porque os clubes que podiam disputar tinham problemas. Ferroviário-PI, Caiçara, Comercial-PI, Cori-Sabbá... Esperamos que a 2ª divisão tenha seis ou até oito participantes, mas com clubes em condição de fazer isso. Se não tiver, vamos fazer com pelo menos dois clubes que se inscreverem – completou o presidente da FFP.

Fonte: Globoesporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta