31/10/2017

PM tem celular e arma periciados após desaparecimento da namorada

Capitão é o principal suspeito do desaparecimento, segundo o secretário de segurança, Fábio Abreu. Jovem sumiu há quatro dias em Teresina.

Secretário Fábio Abreu revelou que policial civil vazou informações sobre operação (Foto: Catarina Costa/G1 PI)

O secretário de segurança Fábio Abreu falou ao G1 nesta segunda-feira (30) que a polícia civil vai periciar o celular e a arma de um capitão da Polícia Militar de 35 anos, lotado no 8º Batalhão. Ele é o namorado e o principal suspeito do desaparecimento da a estudante de Direito Camilla Abreu, 21 anos.

"Ele é o principal suspeito porque foi o último que teve contato com ela, foi visto com ela por uma amiga pouco tempo antes de desaparecer", declarou.

O PM foi chamado à Corregedoria da Polícia Militar e se apresentou junto com seu advogado. De acordo com o secretário, o PM declarou ter deixado a namorada na porta de casa na madrugada de quinta-feira (26) e não teve mais contato com ela. Na ocasião, a arma usada por ele e seu celular foram entregues.

A Corregedoria da PM não se pronunciou sobre o caso e disse que aguarda as investigações da Polícia Civil.

O secretário contou ainda que o PM possui histórico conhecido de agressões, como já havia revelado a família da estudante à imprensa. Segundo Fábio Abreu, está sendo apurada ainda a suspeita de que o PM tenha trocado o estofamento de seu carro no dia seguinte ao desaparecimento de Camilla.

Camilla desapareceu após sair com o namorado, segundo a polícia (Foto: Reprodução/Facebook)

"Tudo isso está sendo apurado, esperamos dar uma resposta o mais rápido possível. Normalmente esse tipo de investigação é feita pelas delegacias de área, mas pela situação designei uma equipe mais preparada e o delegado titular da homicídios assumiu o caso", explicou.

A jovem saiu com o namorado e uma amiga na quarta-feira (25) e a família começou as buscas na sexta-feira (27), porque achou que a jovem estava na casa do namorado. O celular dela foi achado por uma pessoa desconhecia às margens da BR-343 e agora está sendo periciado.

Fonte: G1/PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta