31/10/2017

Parnahyba ingressa com recurso sobre Caso Garcês no Pleno do TJD-PI

Documento, protocolado na tarde desta segunda-feira, usa o mesmo argumento utilizado na primeira instância: clube agiu de acordo com as regras da Fifa e CBF

Julgamento do Caso Garcês na primeira instância (Foto: Wenner Tito/GloboEsporte.com)

A diretoria do Tubarão entrou na tarde desta segunda-feira com um recurso ao Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí em relação ao julgamento do Caso Garcês, onde o clube é acusado de utilizar irregularmente o atacante Felipe Garcês, na Copa Piauí. Na comissão disciplinar, primeira instância, o Parnahyba foi condenado a pagamento de multa e exclusão do torneio. O novo julgamento acontecerá nesta quarta-feira, no auditório do TJD-PI.

A estrategia do Parnahyba é usar o mesmo argumento que levou à Comissão Disciplinar, de que a escalação de Garcês está de acordo com as regras da Fifa e da CBF, e por isso não pode ser considerada irregular.

- É o mesmo argumento, tem que ser observado o que dizem as leis maiores, que são as da CBF e da FIFA, e não o regulamento do campeonato - diz o advogado do Tubarão, Miguel Bezerra.

Na comissão disciplinar, primeira instância da justiça desportiva do estado, o Parnahyba foi condenado por unanimidade à exclusão da Copa Piauí, além de pagar multa de R$ 1 mil. O clube estava na final do torneio, que dará ao campeão uma vaga na Série D de 2018, depois de se classificar em segundo na primeira fase. A decisão está suspensa e o 4 de Julho, primeiro colocado, aguarda uma definição sobre o assunto. O River-PI, que terminou a primeira fase em terceiro, espera conseguir disputar a final após uma eventual condenação definitiva do Tubarão.

CASO GARCÊS
O Parnahyba foi punido na Comissão Disciplinar do TJD-PI por ter, segundo os auditores, descumprido o regulamento específico da Copa Piauí. O regimento do torneio sub-21 determina que podem atuar no torneio atletas com idade entre 18 e 21 anos. Contudo, o atacante Garcês possui 17. Cria das categorias de base do Parnahyba, Felipe Garcês foi utilizado no returno da competição: entrou em campo em três jogos e foi relacionado em outro.

Felipe Garcês, Parnahyba (Foto: Blog do Jonys)

Após o fim da fase de classificação, a Federação de Futebol do Piauí denunciou o clube azulino à Procuradoria da Comissão Disciplinar, que arquivou o processo. Contudo, parte interessada no caso, o River-PI recorreu da decisão e acionou a Procuradoria Geral do TJD-PI, que acatou o pedido. O caso foi julgado, e o Parnahyba foi excluído do torneio. O Tubarão tentou um pedido de embargo, alegando que o argumento da defesa não foi levado em consideração, mas a solicitação foi negada. Terceiro colocado na tabela, o Galo espera herdar a vaga do Tubarão com a punição. Enquanto isso, as finais do torneio sub-21 seguem suspensas.

Fonte: Globoesporte.com/PHB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta