24/10/2017

Oito presos cavam buraco em cela e fogem pela fossa na Casa de Custódia


Oito detentos da casa de Custódia fugiram na tarde desta segunda-feira (23/10) do Pavilhão H da unidade por um buraco na fossa. Segundo o Sinpoljuspi (Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria de Justiça) a funga aconteceu em uma cela que foi reformada recentemente, onde em outra oportunidade, cerca de 35 presos escaparam da mesma forma, após cavarem um buraco.

Inicialmente foi passada a informação de que sete presos haviam fugido, mas após verificação, foi constatado que na verdade foram oito.

“O piso havia sido reformado, numa obra milionária, mas eles fizeram um buraco e escaparam. O Governo não resolve, há um problema crônico, a superlotação da superlotação, estão 1.200 detentos, num espaço de 300, o resultado não dá outro, há escassez de policiais militares e agentes penitenciários para fazer fiscalização. Esse pavilhão abriga presos perigosos, assaltantes, traficantes e homicidas”, alerta Kleiton Holanda, vice-presidente do sindicato.

Segundo a Secretaria de Justiça, os presos são:Luis Benerval de Sousa Silva;Carlos Augusto de Assis Santos;Carlos Wellington Marques de Jesus;Márcio Dantas Silva;Francisco Sidney Gomes Linhares;Caio Oliveira da Silva;Wedson Celestino de Jesus;Luis Gustavo Reis.

“Para a sociedade é um risco grande, precisamos urgente, urgentíssimo de uma solução. Precisamos que as obras paradas, mesmo com decreto de emergência, sejam concluídas. Há a obra de dois pavilhões, que começou em 2009, teve problema de pagamento, começou com decreto de emergência, mas parou por falta de pagamento, a empresa não investiu mais. É uma coisa que está gerando um problema que o sindicato vem tentando combater, há muito tempo falamos isso”, completou Kleiton Holanda.

Segundo o sindicato mais de 300 presos fugiram do sistema prisional este ano e muitos deles só são recapturados porque voltam a cometer crimes. “Muito entristecido pela situação que passa o sistema penitenciário do Piauí, que está acontecendo sem nenhuma medida do Governo do Piauí, os prejudicados são os trabalhadores, pagam esse prejuízo, são as famílias vítimas, que pagam em dobro quando esses criminosos estão soltos”, concluiu o vice-presidente do sindicato.

Segundo a Sejus, os órgãos da segurança pública foram comunicados sobre os foragidos. Uma vistoria está sendo realizada para garantir a segurança do presídio. Um processo administrativo está sendo aberto pela Secretaria de Justiça e inquérito pela Polícia Civil, para apurar o corrido.

VEJA A NOTA DA SECRETARIA DE JUSTIÇA
A Gerência da Casa de Custódia de Teresina informa que está em processo de busca por sete presos que fugiram, no início da tarde desta segunda-feira (23), por meio de buraco feito no piso da cela de um dos pavilhões da unidade prisional.

Os sete foragidos são os detentos Luis Benerval de Sousa Silva; Carlos Augusto de Assis Santos; Carlos Wellington Marques de Jesus; Márcio Dantas Silva; Francisco Sidney Gomes Linhares; Caio Oliveira da Silva; e Wedson Celestino de Jesus.

Os órgãos da segurança pública foram comunicados sobre os foragidos. Uma vistoria está sendo realizada para garantir a segurança do presídio. Um processo administrativo está sendo aberto pela Secretaria de Justiça e inquérito pela Polícia Civil, para apurar o corrido.

Gerência da Casa de Custódia de Teresina/Via 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta