25/10/2017

#NÃOVAMOSPAGARESSACONTA

SINDLOJAS, AJE, FIEPI E EMPRESÁRIOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL FAZEM CAMPANHA PARA EXPOR DEPUTADOS FAVORÁVEIS AO AUMENTO DE IMPOSTOS NO PIAUÍ

FIEPI, AJE E SINDLOJAS manifestaram repúdio contra deputados que querem aumentar impostos para fazer as 
vontades do governador Wellington Dias ao custo do sacrifício do trabalhador 
(imagem: Marcos Melo fotos: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Se o governador Wellington Dias está forçando mais um aumento de impostos para o setor produtivo — e aumentando a conta para o consumidor, consequentemente — esse absurdo não vai sair barato. Pelo menos não para os deputados estaduais que vão votar a favor da manobra.

A Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), a Associação dos Jovens Empresários (AJE), o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas/PI), a Associação Industrial do Piauí (AIP) e outros grupos de representação do setor produtivo do estado se juntaram numa campanha de reação ao aumento de impostos. E nesta estratégia, os deputados que votam a favor do governador Wellington Dias vão ter que fazer isso mostrando a cara para o povo.

Com a hastag #NãoVamosPagarEssaConta, várias artes, memes e notas de repúdio estão invadindo as redes sociais, veículos de comunicação e devem ganhar os outdoors por todo o Piauí. Os empresários querem que os piauienses saibam muito bem quem são os responsáveis por deixar a conta de energia elétrica, o gás de cozinha, a gasolina dos carros e motos e até mesmo a cervejinha do domingo mais caros.

O setor produtivo quer ocupar o máximo de espaço possível para mostrar ao povo quem são os deputados 
que querem aumentar o preço da gasolina, energia elétrica e até da cerveja (imagem: reprodução da internet)

De acordo com o presidente da FIEPI, Zé Filho, hoje o Piauí passa a conhecer a verdade por trás das mentiras contadas pelo governador do PT. "Nós sempre dissemos que o governador Wellington Dias escondia seus interesses reais por trás da cara de bom moço. O Piauí está vendo, agora, o tamanho da irresponsabilidade de sua gestão que, desde o primeiro dia, só faz politicagem dentro da estrutura de governo que deveria servir ao povo", comenta. 

Zé Filho lamenta que salários estejam em risco e que fornecedores do estado -- que são empregadores de trabalhadores -- estejam hoje com vários meses de pagamentos atrasados. "Não há e menor perspectiva de melhorar com o PT no governo", frisou.

Veja o que diz o Sindilojas!

O aumento de impostos, na visão dos empresários é trair a confiança do povo. E, segundo o setor produtivo, acontece sem qualquer contrapartida do governador Wellington Dias na forma de corte de gastos do governo estadual com a “máquina político-eleitoral”. Somente este ano, Wellington criou cargos em comissão, coordenadoras, fundações e agências sem necessidade objetiva para servir apenas aos interesses de sua campanha de reeleição em 2018.

Veja o que diz a AJE!



Fonte: Política Dinâmica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta