19/10/2017

Enquanto aguarda recurso do Parnahyba, FFP mantém jogos da final suspensos

Entidade organizadora do torneio adota cautela, não define datas da decisão e aguarda homologação de decisão da Comissão Disciplinar e recurso do Tubarão na 2ª instância

Presidente da FFP revela que vai aguarda decisão da 2ª instância para definir datas da final da Copa Piauí 2017 
(Foto: Wenner Tito)

A decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PI) em excluir o Parnahyba da Copa Piauí por conta da escalação irregular do atacante Felipe Garcês não acabou com a dor de cabeça dos organizadores da competição. A Federação de Futebol do Piauí (FFP) informou que vai manter indefinidas as datas das partidas de ida e volta da final do torneio sub-21 até que o Tubarão recorra ao Tribunal Pleno, a 2ª instância do TJD-PI. Com a pena aplicada ao time do litoral, o River-PI herda a vaga na finalíssima e encara o 4 de Julho, líder da fase de classificação.

- A 2ª instancia do Parnahyba é o Pleno. A federação não precisa esperar o parecer do STJD para realizar as finais, mas vamos esperar pelo menos o julgamento do Pleno. Não queremos nos precipitar às coisas, mas queremos dar ao Parnahyba o direito dele de recorrer. É direito do clube. Agora nós torcemos para que o Tribunal seja o mais célere possível – comentou Cesarino Oliveira, presidente da FFP.

A tabela da Copa Piauí previa que os dois jogos das finais fossem realizados nos dias 11 (ida) e 19 (volta) de outubro. Com o entrave na esfere jurídica, o confronto que vai decidir o campeão ficou indefinido e sem data para realização.

Julgamento Caso Garcês (Foto: Wenner Tito/GloboEsporte.com)
Julgamento Caso Garcês (Foto: Wenner Tito)

- Somos obrigados a estar de acordo com a lei. Ela diz que os julgados na 2ª instância devem cumprir a pena. Se o Pleno disser que tem que manter a decisão da Comissão, a FFP vai cumprir. A não ser que o Parnahyba consiga uma liminar no STJD para suspender a final, mas nossa intenção é resolver para que não tenha prejuízo para ninguém – completou o dirigente.

Os auditores da Comissão Disciplinar do TJD-PI aprovaram por unanimidade (4 a 0) o recurso apresentado pelo River-PI em que pedia a exclusão do Parnahyba pela escalação de Felipe Garcês no returno da Copa Piauí. O jogador atuou em três partidas e foi relacionado em uma outra ocasião – quatro escalações.

O TJD-PI ainda não homologou a decisão e, assim que ela for publicado oficialmente o acórdão pelo Tribunal, o Parnahyba tem até três dias para acionar o Pleno da instituição. O procedimento de anúncio de parecer e definição da data de julgamento é semelhante ao da primeira instância.

Fonte: GloboEsporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta