18/10/2017

Após punição, presidente do desaprova regulamento: “Não concordei com ele”

Batista Filho reitera críticas a regimento específico da Copa Piauí descumprido pelo clube ao escalar atleta com 17 anos e revela ainda detalhe sobre documento: “Não tem assinatura do Parnahyba” 

Presidente do Parnahyba condena regulamento e entendimento do TJD-PI em Caso Garcês (Foto: Wenner Tito) 

A exclusão do Parnahyba da Copa Piauí por escalação irregular do atacante Felipe Garcês irritou os dirigentes azulinos. Mesmo sem perder o tom, o presidente Batista Filho não hesitou em externar toda a desaprovação dele em relação à decisão da Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PI) e ao regulamento do torneio sub-21, que determina escalação de atletas nascidos apenas entre 1996 e 1999. Contrário ao entendimento dos auditores, Batista ainda revelou que o regimento específico da competição foi aprovado sem assinatura de nenhum representante do clube. A Federação de Futebol do Piauí, por outro lado, informou que o dirigente azulino não compareceu ao arbitral da Copa por opção pessoal e deu aval ao presidente da entidade organizadora para decidir detalhes do torneio. 

- O Parnahyba até esperava a decisão do Tribunal aqui, mas vamos recorrer ao STJD e vamos provar que o jogador podia ter atuado, sim. Esse regulamento não tem assinatura do Parnahyba porque não concordei com ele não – destacou o cartola minutos após a decisão do Tribunal.

O Parnahyba foi considerado culpado pela escalação do atacante Felipe Garcês no returno da Copa Piauí e, por conta disso, foi excluído do torneio por decisão do TJD-PI e obrigado a pagar R$ 1 mil de multa. O atleta de 17 anos entrou em campo em três jogos e relacionado em uma outra oportunidade. A decisão da Comissão Disciplinar por unanimidade (4 a 0) cabe recurso no Tribual Pleno. 

Julgamento Caso Garcês (Foto: Wenner Tito/GloboEsporte.com) 
Julgamento Caso Garcês (Foto: Wenner Tito) 

- Quando se fala do Artigo 4, eles colocaram no 214, mas deveriam ter colocado no 121, que é o mais brando por descumprir regulamento. Mas, já calculado para tirar os pontos do Parnahyba e colocar o River-PI, colocaram o mais rigoroso. Vamos recorrer tranquilamente da decisão e levar ao STJD se for necessário – garantiu em seguida Batista Filho. 

Por conta da exclusão no campeonato, o Parnahyba perde a segunda posição na tabela de classificação, e o River-PI, que encerrou a 1ª fase em terceiro lugar, herda a vaga na final ao lado do líder 4 de Julho. A Federação de Futebol do Piauí ainda não divulgou oficialmente as novas datas as finais. O campeão da Copa Piauí garante direito de disputar a Série D em 2018.

Fonte: GloboEsporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta