10/09/2017

Radiação ultravioleta chega ao nível extremo no Piauí


A radiação ultravioleta, que é uma parte da radiação solar capaz de provocar desde o bronzeamento até queimaduras e câncer de pele, está em nível extremo, em 12, informou o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). 

O índice ultravioleta (IUV) mede a intensidade desta radiação e pode variar em uma escala de 1 a 16, desde o mais baixo ,em que é possível se expor ao sol sem danos à saúde pelo tempo que quiser, ao mais extremo (que exige evitar sol ao meio-dia, permanecer na sombra, usar boné, camisa e protetor solar. O índice deve se repetir nos próximos dias, de sábado (09) até quinta-feira (14). 

De acordo com o CPTEC, o mapa indica a previsão do índice ultravioleta máximo no horário do meio-dia solar, considerando quantidade de ozônio, posição do sol, tipo de superfície, cobertura de nuvens e outros fatores. 

Além da incidência de raios UV estar elevada, Teresina enfrenta temperaturas altas, com média de 37 graus Celsius e umidade de ar de 27%, o que provoca desconforto e, até, estado de emergência médica. 

Conforme a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, os horários mais seguros para atividades ao ar livre são antes das 10h e depois das 16h, quando a quantidade dos raios UV é reduzida. A exposição acumulada aos raios de sol contribui para o desenvolvimento do câncer de pele. 

Dessa forma, recomenda-se a proteção: é importante usar chapéu e roupas de algodão nas atividades ao ar livre, pois retêm cerca de 90% da radiação UV. Outro objeto importante são os óculos de sol, que previnem cataratas e lesões à córnea. É preciso aumentar a ingestão de líquidos no verão e abuse da água, suco de frutas e da água de coco. Todos os dias, aplique um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade de água na pele entre 10% a 30%, e use filtro solar. O filtro solar deve ser aplicado diariamente, e não somente nos momentos de lazer, inclusive nos dias nublados. Os produtos com Fator de Proteção Solar (FPS) 15 ou 20 podem ser usados no dia a dia; e o FPS 30 ou superior é ideal para uma exposição mais longa ao sol (praia, piscina e pesca). 

Piauí tem mais de 700 focos de queimadas em um dia 

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), mostram que entre a quinta-feira (07) e a sexta-feira (08), houve registros de pelo menos 753 focos de queimadas no Piauí. Em todo o Brasil, foram registrados mais de 56 mil focos, em um dia. 

Por causa da baixa umidade e das altas temperaturas, o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) divulgou Aviso de Observação para grande parte do Piauí. Ontem (08), a umidade relativa do ar esteve baixa no período da tarde, entre a região centro-norte ao sul do estado, sendo que os valores em algumas localidades poderão ser inferiores a 20%. Encontram-se nestas condições municípios como Picos, Uruçuí, Corrente, Gilbués, Picos e Oeiras. 

Devido à persistência de vários dias com umidade do ar baixa e sem chuva, o risco de queimadas e problemas respiratórios persistirá, alertou o CPTEC. 

Considerando o Índice de Suprimento de Água para a Vegetação (VSWI), a intensidade da seca permanece severa em algumas áreas localizadas no interior da região semiárida do Nordeste, especialmente na área que engloba a fronteira dos Estados do Piauí, Ceará e Pernambuco, e também no centro da Bahia e da Paraíba. 

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta