02/09/2017

Obstinação por interesses políticos

Tudo até podem serem considerados como atos covardes, e que desafiam a força da justiça.


Desde que passaram as eleições em 03/10/2016, um candidato ao cargo de prefeito, derrotado significantemente não só pelo prefeito eleito, mas por todos os concorrentes. O Rapaz vem demonstrando uma Obstinação que chega beirar a loucura, no que expõe documentos, nomes de cidadãos sem nenhuma apuração de fatos. Usando mesmo sem a aprovação popular, as redes sociais como um meio de disseminar, seus ataques infundados pelo juízo e forma de fazer que os inválida.

Não entende - se a natureza das ações, uma vez que denúncias devem serem encaminhadas às autoridades e meios competentes. Em sua última investida, Ismar Riotinto, expôs 11 nomes de cidadãos sem os mesmos serem consultados.



Este é o currículo vasto e espantoso, do pretendente ao cargo de gestor do município, currículo este que já se alonga, e é capaz de assustar qualquer vivente, que tenha bom senso, entramos em contato com a assessoria da gestão que considerou o caso como doentio e ridículo, não querendo sobre o mesmo opinar. O Rapaz nomeou seus atos em sua página como “Luzilândia às claras, é aqui”, e ameaçou, que mais coisas virão. Muitos acham que Boa parte deste episódio, deve - se ao fato de que a esposa do mesmo, assistente social do município, indignou - se com a retirada de uma gratificação em seu salário, sendo que o mesmo foi equiparado ao edital, onde quando concorrente, a assistente social aceitou as condições previstas no edital 01/2015.

Veja os demonstrativos abaixo:



Está maneira descomunal de agir, não corresponde à lucidez, pois na oportunidade do assunto da assistente social, uma gravação foi feita propositalmente, expondo a índole de um funcionário público da PML.

Tudo até podem serem considerados como atos covardes, e que desafiam a força da justiça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta