12/09/2017

Dupla é presa jogando jogando celulares para dentro de presídio

Uma tentativa de fuga também foi abortada. Presos estavam cavando um túnel


Segunda vez este ano. (Foto: Allan MAtos/45graus)

Policiais militares e agentes penitenciários efetuaram, na manhã desta terça-feira (12), a prisão de dois homens que arremessavam objetos ilícitos para um dos pavilhões da Casa de Custódia de Teresina, pelo lado de fora do presídio.

A ação, realizada pela equipe que faz a segurança da unidade penal, aconteceu por volta das 9h. A dupla tentava jogar os objetos pela rua lateral da Casa de Custódia. Durante a ação, uma motocicleta modelo Honda CG, de cor preta, com a placa NIN 9338, de Teresina, também foi apreendida. Os suspeitos jogavam aparelhos celulares, baterias e pilhas.

Também na manhã desta terça, uma tentativa de fuga foi abortada na cela 18 do pavilhão D da Penitenciária Regional Irmão Guido. As diretorias de Inteligência e Proteção Externa (Dipe) e da Unidade de Administração Penitenciária (DUAP) receberam informes de que os presos estavam cavando um túnel no local e comunicou à gerência do presídio, que, imediatamente, confirmado e evitou a tentativa de fuga.

“Recebemos a informação da Dipe e da DUAP e, prontamente, acionamos os agentes penitenciários de plantão, que, após identificarem e coibirem a tentativa de fuga, iniciaram a vistoria na unidade. Graças ao trabalho conjunto, conseguimos evitar um fuga e seguimos garantindo a ordem no presídio”, pontua o gerente da Irmão Guido, Josiel Lima.

Vistorias estão sendo realizadas na Casa de Custódia e na Irmão Guido, de modo a reforçar a segurança e evitar novos distúrbios. Desde a semana passada, quatro tentativas de fuga foram abortadas no sistema prisional do Piauí – uma na Casa de Custódia, uma na Penitenciária Regional de Esperantina e duas na Guido.

“Nos antecipamos e conseguimos evitar, novamente, esse tipo de distúrbio. Estamos trabalhando forte para coibir esse tipo de acontecimento, reforçando a segurança tanto na parte interna como externa dos presídios, agindo, portanto, preventiva e repressivamente”, explica o tenente coronel Luís Antônio Pitombeira, diretor da Dipe. O secretário de Justiça do Estado, Daniel Oliveira, observa que, graças ao plano de segurança prisional da Secretaria de Justiça, muitos problemas têm sido coibidos no sistema prisional.

“As ações de hoje mostram a eficiência de nossas equipes de segurança pública e prisional. Continuaremos combatendo esse tipo de prática, garantindo proteção ao sistema e à população”, ressalta.

Fonte: Com informações da Ascom/Sejus, via 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta