14/09/2017

Campanha Setembro Amarelo é oficializada no município de Parnaíba

Psicóloga Vera Ribeiro e vereadora Fátima Carmino 

Foi discutido, votado e aprovado por unanimidade nesta quarta-feira, 13 de setembro, na Câmara de Parnaíba, os Projetos de Lei de nº 4.221/2017 e nº 4.222/17, que institui o Dia Municipal de Prevenção e Combate ao Suicídio e Dia Municipal dos Surdos respectivamente. Os projetos são de autoria da vereadora Fátima Carmino (PT).

O Projeto 4.221/2017 institui o a data de 10 de setembro como o Dia Municipal de Combate e Prevenção ao Suicídio, autoriza a Prefeitura de Parnaíba a incluir no município, a Campanha Setembro Amarelo nos moldes como já acontece a nível nacional. A campanha será realizada no mês de setembro com o intuito de informar, esclarecer, conscientizar, envolver e mobilizara sociedade civil a respeito da prevenção do suicídio, onde poderão ser realizados fóruns de debates, palestras, seminários, divulgação de material informativo impresso ou audiovisual, dentre outras ações nos espaços públicos, podendo contar com a participação voluntária de profissionais de Medicina, Psicologia, Psiquiatria, Serviço Social Segurança Comunitária, Educação, entre outras áreas do poder público, instituições públicas e privadas e a comunidade como um todo.

A campanha será simbolizada com uma fita amarela, reforçando a imagem já utilizada na Campanha a nível nacional. Além disso, o poder executivo fica autorizado a firmar parcerias de forma onerosa ou não, com órgãos públicos, universidades, entidades de classes, organizações não governamentais, entidades de interesse público, entre outras instituições públicas ou privadas visando a instituição da Campanha Municipal de Prevenção ao Suicídio “Setembro Amarelo”, bem como a sua promoção anual.

Fátima Carmino justificou que o poder público precisa tomar medidas diante dos altos índices de suicídio, já que Parnaíba é a segunda cidade do Piauí com o maior número de casos, ficando atrás apenas de Teresina, cidade com uma das maiores taxas do país. Segundo a parlamentar, trata-se de um problema de saúde público e que deve ser visto com maior sensibilidade. A vereadora reforçou ainda que, está dando apoio para ao grupo que trabalha na implantação do Centro de Valorização da Vida em Parnaíba.

O outro projeto nº 4.222/17, diz respeito ao Dia Municipal dos Surdos. O Projeto de Lei trata-se de uma reivindicação da Associação de Surdos de Parnaíba – Asppi através de seu presidente Ranier Sousa. De acordo com Fátima Carmino, autora do projeto, Parnaíba hoje tem mais de 8 mil surdos e que muitos deles sofrem por não fazer parte das ações públicas, entre elas, ser inclusos no mercado de trabalho.

Fonte: Extra Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta