29/09/2017

Aneel autoriza reajuste e tarifa de energia fica 27% mais cara no Piauí

Aumento acontece justamente no período mais quente do ano, conhecido como BRO-Bró. 

Reajuste aumenta em 27% o valor das tarifas de energia fornecidas pela Eletrobras no Piauí 

Entrou em vigor nessa quinta-feira (28), o reajuste anual médio de 27,63% na tarifa energia elétrica para clientes da Eletrobras Piauí, autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para consumidores residenciais e unidades de baixa tensão, o aumento será de 27,02%, a partir de outubro. 

O novo reajuste acontece justamente no período mais quente do ano, conhecido como BRO-Bró. No início do mês, a empresa anunciou mudança da bandeira tarifária de vermelha para amarela, que reduziu de R$ 3 para R$ 2 cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. 

Para o assistente da Diretoria Operação e Expansão da Eletrobras Piauí, Anthony Mercury, o aumento elevado na parcela deve-se ao Ministério de Minas e Energia ter determinado que a Aneel flexibilizasse alguns custos anuais. Ano passado, o reajuste foi de 0,44%. 

"Anteriormente, nós tinhamos um contrato de concessão que tem direito ao reajuste anual para reposicionamento tarifário. Agora, a Eletrobras Piauí é uma empresa prestadora de serviço e também permite o aumento. 

Segundo Anthony Mercury, cabe destacar que as faturas de energia elétrica são compostas por vários itens, como tributos, encargos setoriais, compra e transmissão de energia, e que a parte que corresponde aos serviços de distribuição da Eletrobras são apenas uma fração do valor da tarifa. 

"Um consumidor que paga R$ 100 na sua conta de luz, apenas R$ 22,50 vai para a distribuidora. Os outros R$ 77,50 são para pagar tributos, encargos e custos com compra e transmissão de energia", acrescentou.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google